Academia de Música recupera AEC no Agrupamento de Cister

A Academia de Música de Alcobaça (AMA) vai retomar, este ano letivo, a gestão das Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC) no 1.º ciclo do ensino básico no Agrupamento de Escolas de Cister, substituindo a Associação Tempos Brilhantes, que esteve quatro anos encarregue no projeto.

A mudança foi solicitada pela entidade promotora das AEC, a Associação de Pais, Encarregados de Educação e Alunos do Centro Escolar de Alcobaça (Apeeacea), que representa todas as associações de pais do Agrupamento. A proposta foi aprovada em Conselho Geral do Agrupamento de Escolas de Cister.

As atividades, de caráter opcional, a ser lecionadas no ano letivo 2018/2019 são Atividade física e Desportiva (AFD), Atividades lúdico-expressivas (ALE1), divididas entre expressão dramática, expressão musical e expressão corporal, e Atividades lúdico-expressivas (ALE2), entre expressão plástica/marionetas e expressão plástica/artes circenses/malabarismo.

Para os 1.º e 2.º anos de escolaridade, o tempo total é de 5 horas de AEC por semana, enquanto para os 3.º e 4.º anos o tempo total é de 3 horas. Com o objetivo de “assegurar a qualidade pedagógica em todas as disciplinas/turmas e corresponder às especificidades de cada escola”, a coordenadora da entidade dinamizadora, Dalila Vicente, aponta como desafios “manter um corpo docente estável devido ao reduzido número de horas possível - máximo 2h/dia”; “garantir que todas turmas têm professores de AEC atribuídos no início do ano letivo” e “garantir o respeito pela missão e valores da Banda de Alcobaça/Academia de Música de Alcobaça em articulação com os projetos educativos dos agrupamentos de escolas e entidades promotoras”.

A AMA passa, assim, a assegurar as AEC no Agrupamento de Escolas de São Martinho do Porto, do Agrupamento de Escolas de Cister e do Agrupamento de Escolas Fernando Casimiro Pereira da Silva (Rio Maior).