Alcobacenses criam kits para preparar “Jola” em casa

Sabe ligar o fogão e seguir uma receita? Em caso afirmativo, estará pronto para começar a fazer a sua própria cerveja. Mas, para isso, terá de adquirir o kit “JOLA - faz a tua cerveja” criado por quatro alcobacenses.

Com formação na área alimentar, Daniel Abegão começou a produzir cerveja artesanal em casa há cerca de quatro anos. Em conversa sobre o tema com o amigo António Querido surgiu o interesse de, em conjunto, poderem desenvolver algum projeto que acompanhasse o interesse crescente dos portugueses na produção de cerveja artesanal. “Já havendo empresas a disponibilizarem este tipo de oferta, sentíamos que faltava uma marca com um posicionamento mais jovem e urbano, que fosse mais abrangente do ponto de vista do público-alvo e que apresentasse um método ‘descomplicado’ de produzir cerveja”, adianta António Querido ao REGIÃO DE CISTER. Daí à “JOLA – faz a tua” foi um ano. Miguel Querido e Rui Nogueira juntaram-se ao projeto, que tem como premissa fazer uma cerveja saborosa em casa, de forma rápida e simples, sem necessitar de qualquer formação prévia na área. “Fazer cerveja é um processo realmente fácil, rápido e simples e o prazer de a produzir com os nossos amigos é único”, reforça Daniel Abegão.

Adquirindo um Kit da JOLA e o respetivo preparado de cerveja (há mais de 40 variedades), o cliente possui todas as ferramentas para fazer cerveja de forma rápida e simples em casa, sem necessitar de qualquer formação prévia na área.

Disponíveis há o kit “Iniciação” e o kit “Iniciação Premium”, que custam, respetivamente, 49,95 euros e 94,95 euros. Comprando uma vez, o cliente fica com os equipamentos para repetir o processo produtivo, produzindo 20 litros de cada vez. Qualquer um dos kits traz um manual exclusivo, com todos os passos descritos e dicas para evoluir. Paralelamente, são necessárias as matérias-primas, os chamados preparados de cerveja (na prática, combinações de maltes, lúpulos e leveduras diferenciadas) que custam 20 euros e fazem 20 litros de cerveja. 

Os kits são produzidos pela equipa da JOLA. “Procurámos fornecedores certificados para a aquisição dos variados constituintes dos kits e, após a receção dos materiais, fazemos a montagem final dos kits na nossa sede em Lisboa, uma vez que é aqui que todos vivemos e trabalhamos”, explica Miguel Querido.

O projeto dos alcobacenses já ultrapassou fronteiras, tendo já chegado a países como Luxemburgo, Brasil, França, Suíça ou Bélgica. “Também trabalhamos com as pequenas marcas de cerveja artesanal que vão aparecendo, a quem fornecemos os maltes, lúpulos e leveduras, bem como outros ingredientes, em estado bruto”, revela Rui Nogueira. Beber uma “jola” é beber uma cerveja em algumas regiões do País, mas para estes jovens de Alcobaça “concretiza uma forma relaxada de juntar os amigos e conviver com alegria”.