Beneditense a um passo de entrar no concurso The Voice em Espanha

É natural da Benedita, mas por estes dias já são mais os espanhóis que a conhecem do que os próprios beneditenses. Mariana Regina tem 18 anos, reside na capital espanhola desde os 4, e está na corrida à versão espanhola do concurso de talentos The Voice (La Voz, em Espanha). 

A jovem começou a cantar ainda antes de começar a aprender a falar, confessa ao REGIÃO DE CISTER, com um sotaque castelhano inconfundível. Sempre foi autodidata e, agora a estudar Publicidade e Marketing, em Madrid, sonha mesmo poder mostrar todo o seu talento ao mundo. Foi com esta ideia em mente que se inscreveu no concurso, tendo já recolhido mais de 730 votos. 

“Só concorri há alguns dias, enquanto há alguns cantores que já levam quase um mês de votações. Por isso sei que vai ser muito difícil ser qualificada para o La Voz, mas não vou desistir”, garante Mariana Regina, que está por estes dias na Benedita a aproveitar alguns dias de férias. A fase de votações termina no domingo e, independentemente do resultado, a jovem vai continuar a cantar.

O concurso é “sempre uma boa oportunidade para um músico se dar a conhecer”, sublinha a jovem, que tem vindo nos últimos tempos a ser cada mais reconhecida no seio da vila que a viu nascer mas não a viu crescer. Pode votar através desta plataforma, procurando pelo nome Mariana Regina.

Mariana, que passa quase todas as férias na Benedita, confessa estar também atenta ao panorama musical nacional. “Peço aos meus familiares que estão em Portugal para me avisarem sempre que há algum concurso deste género”, revela. 

Além da música, participa em vários projetos de voluntariado em vários países europeus, como Inglaterra, Alemanha ou Polónia, com o objetivo de “conhecer o mundo”.

Paralelamente ao curso e ao concurso, Mariana Regina está também a preparar a edição do primeiro trabalho de originais a solo. O seu género musical preferido é o jazz e o blues e até já tem algum “repertório pessoal”, que está a ser trabalhado para vir a ser apresentado ao público não só da Benedita, mas de toda a Península Ibérica.