Cláudio Teixeira interpreta António Variações na série 1986

As semelhanças físicas entre Cláudio Teixeira e António Variações são bastante evidentes, a começar pela barba. Talvez isso explique o facto de, pela segunda vez, o alcobacense dar vida a um dos grandes ícones da pop portuguesa numa série da RTP. Depois d’“Os Filhos do Rock”, em 2013, o ator volta a interpretar o músico que marcou fortemente os anos 80 na série... 1986, uma produção escrita por Nuno Markl e que será transmitida no canal público a partir de novembro.

Para o ator, a participação na série “representa mais uma oportunidade de trabalho”. “Isso nesta e em qualquer área é perfeito. Entramos em cena e procuramos dar o nosso melhor com a honestidade que deve marcar tudo aquilo que somos e fazemos, seja um trabalho de curta ou longa duração. Fazer tudo com amor e paixão e sempre com um sentimento genuíno de gratidão por cada porta que se abre”, acrescentou ao REGIÃO DE CISTER.

O alcobacense Cláudio Teixeira conta ainda com uma participação como Chuck Norris, famoso ator de Hollywood, na série de comédia, que mistura góticos, metaleiros, betos e nerds. 

A série, tal como o nome deixa antever, passa-se em 1986, o ano em que aconteceram as “eleições presidenciais mais concorridas da democracia portuguesa”, sublinha a RTP. “Na segunda volta das eleições, o País divide-se entre Mário Soares e Freitas do Amaral. Esquerda e direita. O duelo contamina tudo: pais, filhos, professores, o seu dia a dia e até a clássica busca de todos pelo amor”, anuncia a estação de TV.

O ator que estudou e cresceu em Alcobaça fez parte do elenco de “A Impostora” (2016), “Ministério do Tempo” (2016), “Aqui Tão Longe” (2015), “Santa Bárbara” (2015), “Poderosas” (2015) e “Os Filhos do Rock (2013) e integrou ainda a terceira temporada do Inspector Max (2017).