Colheita da “Horta Solidária” encerra projeto

A última sessão de colheita do projeto “Horta Solidária”, realizada a 3 de outubro, encerrou a iniciativa promovida pela Granja de Cister/Cooperativa Agrícola de Alcobaça, em conjunto com a EPADRC, através do desafio da Growithu.

O objetivo passava por “desenhar uma atividade de voluntariado para a doação de produto hortícola a pessoas e organizações da região”, tendo arrancado a 30 de maio e contado com o apoio de 300 voluntários da Marsh & McLennan Portugal.

De acordo com o responsável da horta, João Pedro Margarido, professor da Epadrc, o projeto “correu lindamente, correspondeu totalmente às expectativas e os alunos desempenharam um papel fundamental, auxiliando os voluntários e aplicando na prática os seus conhecimentos”.

Também a fundadora da Growithu, Mariana Amaral, ressalva que pretendiam “envolver e inspirar as pessoas e as suas vidas”, e que esta ação cumpriu o objetivo de “atingir muito mais do que um impacto financeiro”.

Bruno Pereira responsável da Granja de Cister, acrescentou ainda que cumpriram com a “previsão estimada durante os quatro meses de intervenção”. Os hortícolas colhidos foram entregues por várias organizações da região de Alcobaça, como a Cáritas, a Fundação Vida Nova, o Ceeria, o Refood, a Misericórdia de Alcobaça, entre outras.