Confraria da Nazaré cria oferta de ensino privado com 1.º ciclo

A Confraria de Nossa Senhora da Nazaré deverá, já no próximo ano letivo, abrir uma turma de ensino privado no 1.º ciclo, que vai funcionar nas atuais instalações do jardim de infância da instituição.

As pré-inscrições já estão abertas e a matrícula implica o pagamento de 150 euros mensais. A “propina” inclui alimentação, atividades extracurriculares, transporte, prolongamento de horário com apoio ao estudo/ATL, períodos de férias escolares com ATL. 

“A aposta surge da necessidade de apresentar às famílias uma resposta educativa integrada, desde o berço até ao 1º ciclo”, começa por explicar Nuno Batalha. O presidente da Mesa Administrativa da Confraria de Nossa Senhora da Nazaré adianta que a abertura de uma turma do 1.º ciclo implicará um investimento de 7,5 mil euros anuais, sendo que “o objetivo é alcançar uma turma por cada ano, ou seja quatro turmas, com o máximo de 22 alunos”.

O arranque do 1.º ciclo este ano implicará a contratação de um professor e um auxiliar. “Só queremos arrancar com uma turma do primeiro ano do 1º ciclo”, nota o dirigente. A “aposta na qualidade do projeto educativo assenta em três princípios fundamentais: desenvolvimento pessoal, desenvolvimento das competências e desenvolvimento dos valores humanos e sociais”, acrescenta Nuno Batalha, admitindo que “poderá haver o risco de concorrência”. No entanto, “é certo que existe na comunidade procura para um serviço diferenciado”, conclui.

Para Manuel Sequeira, vereador da Câmara da Nazaré com o pelouro da Educação, o projeto é visto como “perfeitamente pláusivel“. O também vice-presidente da autarquia não vê “qualquer incompatibilidade” na iniciativa da Confraria e garante “apoio institucional” semelhante às outras IPSS.