Emanuel Moura continua a cantar fado mal criado

Depois de “Fado Mal Criado”, Emanuel Moura vai apresentar... “Fado Mal Criado II”. Trata-se do segundo trabalho discográfico do fadista humorístico, que é historiador de formação, mas que tem preferido agarrar o fado mais tradicional e dar-lhe um toque irreverente e bem disposto.

“Fado Mal Criado II” será apresentado num espetáculo animado, que terá lugar na sede da Biblioteca de Instrução e Recreio (BIR), em Valado dos Frades, no próximo dia 31 de março, pelas 21:30 horas.

Depois de “um conjunto de fados tradicionais quase desaparecidos da nossa memória coletiva e duas letras originais adaptadas”, o segundo álbum reúne mais dez fados humorísticos, alguns com letra do músico, natural do Bárrio.

Emanuel Moura, que começou por cantar em 2007 entre as velhas ruelas de Coimbra, onde estudou, lançou em 2011 o primeiro single original intitulado “Alice da Fadistice” e um ano depois apresentou “Tens calor no sim senhor”. Em 2015 iniciou a gravação do seu primeiro trabalho, que acabou por ser gravado ao vivo na casa de fado que abriu em Alcobaça, o Fadário, “entre amigos e colegas das noites boémias e onde é possível ouvir as gargalhadas, as palmas e até o tilintar dos copos de vinho”.

Desde então, o fadista, que diz ter “uma forma diferente de olhar o nosso Património Imaterial”, tem passado por inúmeras salas do País e do estrangeiro, nomeadamente França, Suíça e China. 

O novo trabalho do fadista, que também é letrista e desenvolve um trabalho que se caracteriza pelo aspeto castiço e irreverente, estará à venda no dia da apresentação e depois disso através do site oficial www.emanuelmoura.pt