Epadrc estreia nova biblioteca

É oficial: a Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Cister (Epadrc) já tem biblioteca. Desde o final do mês passado que os alunos contam com um espaço reservado à leitura, estudo e pesquisa, albergando também, entre outros, as dezenas de livros centenários e documentos históricos, que estavam dispersos em espaços polivalentes da escola profissional.

Paula Malojo, professora de Português, é a responsável pela biblioteca, que em conjunto com uma funcionária, tem como responsabilidades a gestão do espaço, a classificação dos livros segundo as regras universais, a catalogação dos mesmos na plataforma online, bem como a promoção de eventos no novo espaço.

Até à data as exigências do Ministério da Educação, para efeitos de apresentação da candidatura à integração na Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), não eram compatíveis com os recursos disponíveis. Situação que foi alterada no presente ano letivo, com a redução da área exigida à biblioteca, permitindo à Direção da escola a apresentação da candidatura e a abertura, esta semana, da sala 2 do edifício principal como biblioteca oficial da Epadrc.

Sem espaço próprio, a biblioteca integrava já, informalmente, a Rede de Bibliotecas do Concelho de Alcobaça, mas a integração na RBE possibilita financiamento e enriquecimento do fundo documental. 
“Atualmente trabalha-se na sensibilização dos alunos: não só para saberem as normas de funcionamento, mas também as vantagens de frequentar a biblioteca”, explica a professora. 
O acesso a todas as bibliotecas do concelho e à Biblioteca da Universidade de Coimbra é apenas uma das muitas mais-valias da integração na RBE. 

A funcionar há duas semanas, a biblioteca da Epadrc já registou o empréstimo de mais de dez livros e uma sessão de apresentação de um livro. Consta ainda do plano de atividades uma exposição sobre Fernando Pessoa e um concurso de escrita, a propósito do Dia de São Valentim, comemorado a 14 de fevereiro. Está ainda na gaveta de ideias a criação de um núcleo dedicado a Vieira Natividade, com todas as publicações do alcobacense focadas na agricultura. Por enquanto, missão cumprida!