Escola Profissional da Nazaré cria carapau doce

A Escola Profissional da Nazaré (EP Nazaré) apresentou o novo produto de doçaria para a gastronomia local, durante uma sessão de degustação que decorreu na Bolsa de Turismo de Lisboa, junto do stand promocional do Município da Nazaré.

“É uma criação da EP Nazaré que o consumidor irá conhecer brevemente num ponto de venda”, anunciou Pedro Gaspar Ferreira, administrador da EP Nazaré. O novo produto gastronómico surge de uma parceria entre a EPNazaré e o Grupo Calé, sediado em Peniche, com o apoio da Câmara da Nazaré. 

Inspirado num peixe muito consumido e pescado na Nazaré (o carapau), o novo doce “reúne memórias” e pretende entrar no circuito gastronómico “como um novo elemento na doçaria local”. O carapau doce da Nazaré é confecionado à base de doce de ovos, “com um crocante e uma acidez de um doce de morango”, revestida com uma hóstia em forma do peixe. “Este é mais um produto que alia a tradição à inovação, conceitos que a EP Nazaré tem apostado nos últimos anos”, acrescenta o responsável da escola profissional, que terá o produto à venda na vila brevemente.

O presidente da Câmara, Walter Chicharro, destacou a importância do novo produto para o “enriquecimento da gastronomia local”. “É um passo muito importante na criação de doçaria própria e de excelência”, disse o autarca sobre uma iniciativa que nasce de uma parceria com o Município da Nazaré acrescentando que “as parcerias com a Escola Profissional irão complementar a oferta gastronómica local”.