Investimentos de 40 milhões criam quatro hotéis na Nazaré

O crescimento do turismo na Nazaré está a motivar um incremento significativo ao nível dos investimentos na hotelaria. Segundo informações recolhidas pelo REGIÃO DE CISTER, deverão abrir no prazo de dois anos, pelo menos, quatro novos hotéis no concelho, sendo que uma das novas unidades será de cinco estrelas.

O projeto mais adiantado é, precisamente, o hotel de cinco estrelas, que deverá arrancar já em setembro num terreno junto à Biblioteca Municipal da Nazaré. Ao que foi possível apurar, o empreendimento pressupõe 180 quartos e além dos equipamentos necessários a uma unidade de topo, prevê ainda a construção de um parque de estacionamento com capacidade para 300 lugares. O investimento está avaliado em mais de 15 milhões de euros. 

Na Marginal, junto ao Porto de Abrigo, nascerá um outro hotel de luxo, o que habilitará a vila da primeira unidade hoteleira em frente ao mar. Este loteamento está aprovado com hotel e aparthotel com 100 a 150 quartos e o investimento rondará os 15 milhões de euros. Nestes dois projetos de “luxo”, o REGIÃO DE CISTER sabe que haverá interesses de grupos hoteleiros internacionais, com vários hotéis de 4 e 5 estrelas.

Outro dos projetos em marcha na vila está a ser desenhado no Sítio. O boutique hotel, sob o tema do surf, terá uma vista privilegiada para a Praia do Norte, um dos maiores ativos turísticos do concelho e que tem suscitado o interesse de milhares de turistas a nível mundial. O empreendimento, avaliado em 9 milhões de euros, contempla 40 a 50 quartos, tendo um prazo de construção de 15 meses e cuja conclusão estará prevista para 2020. 

Está ainda prevista a construção de um hotel rural de três estrelas, em Valado dos Frades, num terreno em frente ao Centro de Saúde. O projeto prevê 10 quartos, num investimento avaliado em cerca de 500 mil euros. A construção deverá começar ainda este ano.

No total, os novos hotéis representam um investimento de cerca de 40 milhões de euros.

Fotografia: Câmara Municipal da Nazaré