Jazz de Valado começa esta terça-feira

Há 18 anos que o Festival de Jazz de Valado dos Frades faz história. No comando está o maestro Adelino Mota, o mentor de um evento que, mesmo em períodos de crise, não o deixa afundar. 
É caso para dizer que as míticas noites da BIR estão de regresso já esta e terminam dia 9 de maio com a Big Band M. Nazaré, acompanhada de Lúcia Moniz.

O Festival que ultrapassa, e há muito tempo, as fronteiras regionais dá, como não podia deixar de ser, palco a grandes nomes e àqueles que começam a dar os primeiros passos no mundo da música.
É ao som do Combo de Jazz, do Curso Profissional de Música da ESDICA (Escola Secundária D. Inês de Castro) e Academia de Música de Alcobaça, que arranca a 18.ª edição do Festival, no Centro Escolar da Nazaré, já esta terça-feira, às 16:30 horas. 

No dia seguinte, o mesmo Combo apresenta-se no Centro Escolar de Valado dos Frades. Atividades apenas para a comunidade escolar, através da iniciativa ‘O Jazz Valado vai à escola’.
Carlos Martins Quarteto vai abrir as noites quentes da BIR, com o seu novo disco ‘Absence’, dedicado a Bernardo Sassetti, numa homenagem ao seu talento como artista e homem. O concerto decorre esta quinta-feira. 

A festa do jazz continua no dia seguinte com os Liftoff, um grupo que nasceu em Aveiro. “Quando muito jovem este projeto foi vencedor do concurso Novas Bandas de Jazz, do Parlatório Café em Alcobaça, o que lhes permitiu tocar em Valado dos Frades em 2003. Agora voltam como músicos afirmados no jazz europeu e com uma maturidade impressionante”, escreveu Adelino Mota.

Desde o jazz, à bossa nova, passando pela pop, o grupo vocal Jogo de Damas promete surpreendê-lo na noite de dia 11. Apresenta-se em septeto, acompanhado de três excelentes músicos de jazz, apresentando também diversos temas cantados a cappella.

No dia 7 de maio, o palco está por conta dos Funky Bones Factory. Neste concerto será apresentado o repertório do primeiro disco deste projecto, gravado em dezembro de 2013 pelo músico alcobacense Mário Marques.

Com Paulo Bandeira Trio, no dia 8, e com a Big Band M. Nazaré, acompanhada de Lúcia Moniz, no dia 9, escreve-se mais um capítulo do Festival de Jazz de Valado dos Frades, que, como já provou, veio para ficar.