Nuno Valente conclui trilogia da “Ordem do Poço do Inferno”

O escritor Nuno Matos Valente apresentou, esta segunda-feira, “A Floresta de Metal”, o livro que encerra a trilogia juvenil “Poço da Ordem do Inferno”, que tem feito as delícias de miúdos e graúdos. 

A obra “fecha a história” da trilogia. “Apesar de cada livro ter uma história independente, há um arco narrativo ao longo das obras que faz com que tenha sentido ser lida pela ordem pela qual foi publicada”, explica ao REGIÃO DE CISTER o autor da trilogia. 

À semelhança dos restantes livros da trilogia, a ilustração é feita pela alcobacense Joana Raimundo, que se inspirou na arquitetura do Mosteiro para “traçar” os espaços do livro.

Volvidos quatro anos desde a publicação do primeiro livro da trilogia, a “antecipação da comunidade escolar obrigou” o autor, radicado em Alcobaça, a fazer um “esforço” para concluir a obra a tempo de ser apresentada no Dia Internacional das Bibliotecas Escolares. E é precisamente às bibliotecas escolares e aos seus responsáveis que Nuno Matos Valente dedica o livro, pelo “trabalho fundamental” que desenvolvem. 

De realçar que a coleção “A Ordem do Poço do Inferno”, composta pelos livros “A Ordem do Poço do Inferno”, “O Tesouro do Califa” e agora “A Floresta de Metal”, integra o Plano Nacional de Leitura.

Entretanto, o autor e também um dos responsáveis pela Edições Escafandro, vai apresentar, na próxima segunda-feira, o “Bestiário Tradicional Português”, uma coletânea de 40 criaturas tradicionais portuguesas que “fazem parte do imaginário nacional, como o homem do saco, o papão ou a Maria Ganha”. As ilustrações são da autoria da alcobacense Natacha Costa Pereira, que semanalmente dá vida ao cartoon “A incrível vida (depois da morte) de D. Inês de Castro e a sua pomba Pimba“. A apresentação terá lugar, em plena Noite das Bruxas, no Celeiro do Mosteiro de Alcobaça.