Obra do Destacamento da GNR em Alcobaça arranca em 2019

Está dado o primeiro passo para a construção do novo quartel do Destacamento Territorial da Guarda Nacional Republicana (GNR) na Nova Alcobaça. A obra, reivindicada há vários anos pela Câmara, está avaliada em 1,4 milhões de euros e deverá arrancar no próximo ano.
 
Depois de ter sido assinado o protocolo prévio ao contrato interadministrativo este dia 20, pela secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, pelo presidente da Câmara de Alcobaça e pelo 2.º comandante-geral da GNR, caberá agora à autarquia avançar com o projeto de execução, de acordo “com o programa funcional da GNR”, orçado em 150 mil euros, sendo depois lançado o concurso público para a construção do Destacamento, que se prevê  demorar cerca de seis meses até à adjudicação da obra. O investimento insere-se no âmbito da Lei de Programação de Infraestruturas e Equipamentos das Forças e Serviços de Segurança do Ministério da Administração Interna.
 
Para o presidente da Câmara de Alcobaça, este é “um passo irreversível, porque é um protocolo que anuncia necessariamente o contrato interadministrativo, dando-nos a garantia que os anteriores processos de intenção não nos deram”. “Já há verbas garantidas pelo Estado, ou seja, o Município executa o projeto, por contratação ou meios próprios, e tem a garantia de que o Estado até 150 mil euros paga esse projeto”, explicou o autarca, adjetivando o avanço como “um momento histórico”.
 
“Precisamos de instalações funcionais e as atuais são pouco funcionais”, admitiu aos jornalistas o tenente-general Nunes Fonseca, garantindo que “os meios humanos serão adequados às necessidades e condições do espaço”, mas sem precisar o número de militares que ficarão afetos ao Destacamento. 
 
Por seu turno, recordando que a obra estava sinalizada pela GNR “como uma prioridade”, a governante acredita que “entre o projeto de execução, o lançamento do concurso e o visto do Tribunal de Contas, que é necessário para uma obra com este valor”, a empreitada tenha início no próximo ano. Isabel Oneto aproveitou a vinda a Alcobaça para visitar as atuais instalações do posto territorial da GNR em Alcobaça, integradas no Palácio da Justiça (que inclui a PSP em Alcobaça e o Tribunal), e foi ainda conhecer  o terreno onde será construído o equipamento, localizado atrás da loja da Decathlon.
 
O futuro Destacamento da GNR de Alcobaça vai servir os postos da Benedita, São Martinho do Porto, Pataias, bem como uma parte do concelho da Nazaré, uma vez que o posto territorial de Valado dos Frades ficará também sob jurisdição da nova estrutura.