Raposo de Magalhães candidato à liderança do ACP

O alcobacense António Raposo de Magalhães apresentou, esta quinta-feira, a candidatura à presidência do Automóvel Club de Portugal (ACP).

Sob o lema "Numa nova direção" e secundado pelos ex-pilotos Rui Madeira e Pedro Matos Chaves, a lista tem como mandatária Teresa Torres, viúva do antigo presidente do ACP César Torres.

O gestor desafia a liderança de Carlos Barbosa, que preside ao ACP há 12 anos. As eleições decorrem a 30 de abril.

Sócio do ACP há 35 anos, Raposo de Magalhães candidata-se por considerar "que as soluções de rotina e continuidade da atual direção do ACP não chegam para enfrentar os desafios" que a instituição enfrenta. "Há muito a fazer, e ninguém pode olhar para o lado e achar que a responsabilidade não é nossa. O maior perigo que o ACP nesta altura enfrenta é o do conformismo e inércia dos sócios", considera o gestor da Caixa Geral de Depósitos, que pretende "trazer transparência para a gestão do ACP", acusando Carlos Barbosa de, "sem nada explicar", alienar património histórico do clube.