Onde passear
E a Lagoa aqui tão perto
Sara Vieira

Estamos na Lagoa de Pataias, um verdadeiro "hotspot" de biodiversidade no pinhal litoral, que, arriscamos dizer, poucos deverão efetivamente conhecer.

20 Agosto, 2018

E a Lagoa aqui tão perto

É difícil acreditar que estamos a menos de 10 minutos da praia. Rodeados de pinhal, o silêncio é interrompido apenas por uma criança que pede ajuda ao pai para subir para o passadiço com a bicicleta. Mais à frente ouvem-se os patos, a maioria patos-reais. Estamos na Lagoa de Pataias, um verdadeiro "hotspot" de biodiversidade no pinhal litoral, que, arriscamos dizer, poucos deverão efetivamente conhecer.

Primeiro que tudo: esta é a principal zona húmida do concelho de Alcobaça e, por isso, constitui um ecossistema muito produtivo e rico em biodiversidade. Uma das particulares da lagoa, que possui cerca de 2 hectares, é a "pintura" ao centro de grandes manchas de nenúfares ornamentados, tanto na primavera, como no verão.

E como um bocadinho de história nunca fez mal a ninguém, saiba que os primeiros registos históricos da Lagoa de Pataias remontam ao século XVII quando já ali se pescava e já se encontravam muitas espécies de patos. Segundo as memórias paroquiais, escritas no século XVIII, a lagoa “terá por certo um quarto de légua bastante funda em parte e abundante em ruivacos e cabozes, está situada entre um grande areal, que corre de norte a sul”. Segundo o historiador Tiago Filipe, “a lagoa era utilizada para lavar a roupa, para pescar, como praia fluvial, para passeios de barco e, nas suas margens, era frequente a população reunir-se para convívios” durante grande parte do século XX.

Se gosta de observar e/ou fotografar aves, também está com sorte (não se esqueça de ir devidamente equipado), porque a Lagoa das Pataias é frequentada por muitas espécies. O local é especialmente importante para as aves aquáticas, que ali encontram repouso, abrigo e alimentação, quer as residentes (que passam todo o ano na lagoa), quer as migradoras que atravessam Portugal Continental (que a elegeram para repousar entre as grandes viagens que efetuam). Mas nem só de patos-reais, galeirões, galinhas d'água, mergulhões-pequenos, garças-reais e garças-brancas vive este lugar, encontrando-se também muitas variedades de peixes sob as suas águas, como percas, arruivacos, achegãs ou carpas.

Se a ideia é passear e desfrutar de algumas horas em contacto com a natureza, o passadiço em madeira, construído em 2008, permite percorrer grande parte da margem Oeste da lagoa. Durante o percurso, há vários e belos spots para tirar umas boas "chapas" para o Instagram. Para o relax total, e se trouxer o cesto de casa, pode usufruir do parque de merendas junto à água, bem equipado para a realização de piqueniques e convívio. Há ainda um parque infantil, que faz as delícias dos mais pequenos. Finalmente, também poderá entreter-se tentando pescar uma das enormes carpas ou achigãs que por ali vão preguiçosamente engordando. Integrada em Reserva Ecológica Nacional e inserida num vasto pinhal que proporciona boas sombras, esta Lagoa é, sem dúvida, um lugar a não perder quando passar para os lados de Pataias, que rima com praias, mas também tem uma lagoa... e aqui tão perto.

Lagoa das Pataias
Pataias

Veja também

02 Fevereiro, 2021
  Chocolates, um clássico em versão premium e… "picante"  São um clássico nesta data, mas acredita em nós: não precisas de ir à Bélgica em busca daqueles...
07 Novembro, 2020
A pandemia da Covid-19 encerrou alguns negócios, colocou outros na corda-bamba mas também foi o motor para o arranque de novos negócios, como a entrega de comida de restaurantes ao domicílio....
30 Outubro, 2020
  Instalado em Mira de Aire nas antigas instalações da fábrica de tapetes D. Fuas, fundada em 1933, que mais tarde se veio a tornar na emblemática Tapetes Vitória, este recente espaço...