Gula
O regresso do Chá das Cinco
Leila Gato

A tradição da realeza tem "mão" portuguesa e, atualmente, há um coffret que ajuda a recriar este ritual com o requinte de outros tempos. 

15 Abril, 2021

O regresso do Chá das Cinco

Dizem os estudiosos da História que foi uma rainha portuguesa, a D. Catarina de Bragança, que no século XVI, levou o hábito de tomar "o chá das cinco" para Inglaterra. O hábito foi de tal forma bem recebido que os ingleses o tornaram numa verdadeira “obsessão” com hora marcada e que "reina" até aos dias de hoje. 

Por cá, também vamos mantendo o hábito - mais minuto menos minuto à boa maneira portuguesa - principalmente nos dias de descanso, até porque um chá das cinco merece tempo e calma para ser devidamente degustado.
Assim, o Atelier do Doce e a Infusões com História tiveram a belíssima ideia de criar uma edição especial para tornar "o chá das cinco" num momento memorável e bom de partilhar.

Este coffret é composto por três latas belíssimas, uma com a infusão “Românico Português” 100% natural, uma lata com bolachas de aveia e manteiga de amendoim e outra com bolachas de aveia e chocolate yuzu. O que levamos deste lanche? O equilíbrio perfeito conferido pelas notas aromáticas e refrescantes do chá em contraste com a doçura amanteigada das viciantes bolachas, perfeitas para acompanhar o chá e aconchegar a alma.

Por isso, agora é deixar os raios de sol entrarem pela janela nestes dias em que a Primavera espreita, mas ainda tem aquele toque dos últimos sopros do outono, enquanto um gato ou dois se aninha nas minhas pernas. Tudo isto, enquanto vou bebericando o meu chá das cinco à mesa, como se vivesse na corte inglesa quando D. Catarina era Rainha. 

 

Esta degustação contou com a cortesia do Atelier do Doce. 

Veja também

05 Maio, 2021
  Antes de começarmos esta caminhada, é importante terem contexto: faço de Leiria casa há 10 meses, quase 10 anos depois de me ter licenciado por cá. Sempre disse que era um lugar bonito...
01 Abril, 2021
Convento de Cristo (Tomar) Os museus e monumentos vão finalmente reabrir, após quase três meses confinados: uma lufada de ar fresco e um excelente motivo para explorarmos as atrações culturais...
19 Fevereiro, 2021
As pessoas passam, olham para as bancas do peixe seco e seguem caminho. É esta a realidade dos dias de hoje na Praia da Nazaré. De vez em quando, lá se tem sorte e uma das dez peixeiras...