Palcos
A primavera traz de volta o Jazz do Valado

Há 10 boas razões para rumar ao mais antigo festival de jazz da região, entre 8 de maio e 5 de junho.

A primavera traz de volta o Jazz do Valado

Depois de uma edição de sucesso no outono de 2020, o Festival de Jazz do Valado regressa ao calendário habitual e na 24.ª edição continua a trazer conhecidos e conceituados nomes da cena jazz à região. 

A decorrer entre duas salas, a do Cine-Teatro da Nazaré e a sala do Clube Recreativo Beneficente Valadense, esta edição conta com nomes como Salvador Sobral, que irá atuar com o projeto Alma Nuestra, mas também o cantor FF (na foto abaixo) e uma mão cheia de músicos jazz, nacionais e internacionais, dos mais promissores aos já renomados. 

Tal como na passada edição, o festival volta este ano a ser adaptado à atual situação epidemiológica. “Esperamos que esta edição corra tão bem como a anterior”, sublinha Adelino Mota, o diretor artístico.

Uma mão cheia de concertos a não perder

São dez concertos para pôr na agenda. O de abertura, dia 8 de maio, é o já tradicional concerto da Big Band do Município da Nazaré que este ano apresenta como convidado o artista Fernando Fernandes, mais conhecido por FF.

No dia 15, Salvador Sobral dá voz ao projeto Alma Nuestra, com o cubano Victor Zamaro, no piano, e ainda Nelson Cascais, no contrabaixo, e André Sousa Machado, na bateria. O projeto é conhecido por casar os doces sons da América Latina ao jazz. 

 

Outro ponto alto da programação será dia 27 de maio, com o Jeffery Davis Quinteto. Ao premiado vibrafonista canadense junta-se José Soares (saxofone), Óscar Graça (piano), Francisco Brito (contrabaixo) e Marcos Cavaleiro (bateria)

No dia seguinte, Gileno Santana (na foto abaixo), provavelmente o trompetista mais versátil da sua geração, mostra o seu lado mais criativo numa formação em trio, naquele que é o projeto mais desafiante e contemporâneo do instrumentista luso-brasileiro. 

O projeto "Passarola Voadora" de José Pedro Coelho, saxofonista tenor e soprano, será dado a conhecer dia 29, juntando os músicos Xan Campos, no piano, Demian Cabaud, no contrabaixo, e Marcos Cavaleiro, na bateria. O quarteto convida a uma narrativa musical densa e forte, mas ao mesmo tempo leve e romântica. 

Na última semana do festival, a 3 de junho, o projeto "LAB" junta dois nomes fortes do jazz, Ricardo Pinheiro (guitarra) e Miguel Amado (baixo eléctrico), a duas jovens promessas: Tomás Marques (saxofone) e Diogo Alexandre (bateria, na foto abaixo) que também em 2020 pisaram o palco do Jazz Valado. O projeto apresenta composições da autoria de Ricardo e Miguel e promete ficar marcado pela energia e interação em palco dos quatro músicos.

No dia 4 de junho é Sofia Ribeiro quem regressa ao festival. Conhecida pela sua voz profunda e pela enorme versatilidade, vai juntar-se aos músicos Juan Andrés Ospina, no piano, Petros Klampanis, no contrabaixo, e Marcelo Woloski, na percussão. O quarteto apresenta um repertório que reúne harmoniosamente diversas influências, do jazz à world music.

 

 

O Jazz de Valado encerra com o baterista e compositor Mário Costa, com o projeto "Oxy Patina" que deu nome ao álbum que em 2018 foi considerado o “melhor disco de jazz nacional” pela Jazz.pt. Para fechar em grande, o baterista português junta assim um elenco internacional de luxo, com o trompetista Cluon Vu, parceiro de David Bowie e de Pat Matheny, com quem venceu dois Grammy, e ainda o aclamado contrabaixista francês Bruno Chevillon. 

Pelo meio, há dois concertos gratuitos: a Dixienaza Jazz Band volta a levar o festival para a rua, para a Avenida Marginal da Nazaré, no dia 23 de maio, e o Quarteto Isabel Rato apresenta um concerto comentado no dia 30. 

Se não queres perder pitada desta edição do Jazz Valado, recomendamos que reserves o quanto antes o teu lugar - descobre neste endereço como proceder e vemo-nos por lá!

08/05/2021 (Dia todo) a 05/06/2021 (Dia todo)
€10,00

Veja também

10 Maio, 2021
Numa época tão sombria, a Temporada Darcos apresenta "A Canção da Terra", uma das obras mais inspiradoras de Gustav Mahler. Com Cátia Moreso no Alto, Marco Alves dos Santos no Tenor e Nuno Côrte-...
10 Maio, 2021
Ao embarcarem, os dois bandidos não faziam ideia que iam ser enganados, roubados, afogados, desidratados, batidos e torturados por cinco culturas diferentes até chegarem ao seu destino. Este...
03 Maio, 2021
Mário Costa, que detém o título de "Músico Nacional de Jazz", junta um elenco internacional de luxo para uma digressão que faz escala em Valado dos Frades. O baterista e compositor é acompanhado...