Alcobaça reconheceu os melhores no desporto em 2018

Dezena e meia de atletas, treinadores, dirigentes e clubes do concelho de Alcobaça viram os méritos reconhecidos, no passado dia 15 de março, com a realização da 4.ª Gala do Desporto do Município de Alcobaça, uma iniciativa da autarquia e que conta com o apoio dos jornais e rádios da região.

O vereador do Desporto da Câmara aproveitou a ocasião para “agradecer o trabalho” desenvolvido pelas coletividades. João Santos manifestou a disponibilidade da autarquia para “continuar a apoiar os atletas e os clubes” do concelho, que “tanta projeção têm dado a Alcobaça” e valorizou o trabalho desenvolvido “nas freguesias, junto da população sénior”.

O evento contou com a presença de Manuel Nunes, presidente da Associação de Futebol de Leiria, José Carvalho, presidente da Associação de Patinagem de Leiria, e António Reis, presidente da Associação Distrital de Atletismo de Leiria.

Em termos individuais, Lucas Honório Santos (Benfica), Rafael Carreira (HCT Dance Academy), Inês Carreira (Juventude Vidigalense) e Anna Karapchuck (HCT Dance Academy) foram considerados os atletas de formação do ano, enquanto André Filipe (A-do-Barbas), João Simões (Sporting), Melanie Santos, Rita Lopes, Rute Lopes e Sandra Coelho (Benfica) venceram os prémios de atletas seniores.
No plano coletivo, a equipa de patinagem artística do CRP Ribafria e os juniores de futsal do CCRD Burinhosa foram premiadas com o prémio de formação, enquanto a equipa de futebol do Beneditense, que venceu a Taça Distrito de Leiria, foi considerada a equipa sénior masculina do ano de 2018.

O pataiense Tiago Pereira (CCRD Burinhosa) e a alcobacense Patrícia Ribeiro (Lisboa Racket Centre) destacaram-se como revelação, enquanto Nuno Teles de Sousa (futsal) e Inês Mateus (patinagem artística) receberam o galardão de treinadores do ano.

À U. Turquel coube o mérito desportivo, enquanto Casimira Romão levou para casa o troféu do desporto sénior, Batuto (Beneditense) e Miguel Pinheiro (Ginásio) foram destacados pela carreira e João Camacho (Casal Velho) o dirigente do ano. 

João Pedro e Inês Leão mereceram a distinção no desporto adaptado, como reflexo do título europeu em masculinos e da participação no Europeu feminino em andebol adaptado na época transata.