Alcobacense quer revitalizar mosteiro em França

O alcobacense João Pedro Siopa Alves é um dos finalistas do concurso internacional de arquitetura lançado com vista à renovação da Chartreuse de Neuville-sous-Montreuil, um importante mosteiro do norte de França.

O concurso lançado pela associação que gere o monumento e pela Fundação Wilmotte visa a construção de um novo centro cultural que mantenha a identidade do mosteiro, tendo sido apresentadas mais de uma centena de projetos.

João Pedro Siopa Alves fez equipa com o belga Charles Cossement e o português Marcelo Alexandre de Gouveia Cardia, tendo concorrido com o projeto “Da presença da vida”. Os outros projetos finalistas são assinados por equipas de arquitetos romenos e franceses, respetivamente.

O mosteiro da Chartreuse de Neuville-sous-Montreuil recebe anualmente cerca de 40 mil visitantes, entre artistas, investigadores e empresários, que procuram um retiro naquele monumento.

As três equipas finalistas receberam um prémio de 5.000 euros pela participação no concurso de ideias e foram convidadas pelo júri para avançar para a segunda fase do concurso, cujo vencedor será conhecido dentro de um ano. O projeto escolhido será, depois, implementado naquele monumento.