Amadeu Gaudêncio avança com obras para receber secundário

A Escola Básica de 2.º e 3.º ciclos Amadeu Gaudêncio, na Nazaré, tem luz verde para avançar com obras de ampliação, que vão permitir albergar turmas do 10.º ano de escolaridade, em setembro de 2017.

Em declarações ao REGIÃO DE CISTER, o diretor do Agrupamento de Escolas da Nazaré esclarece que, numa primeira fase, “serão construídas seis salas, em cima de duas varandas que estão desocupadas”, podendo, posteriormente, a escola “receber o 10.º ano no ano letivo 2017/18”.

Numa segunda fase, “há uma promessa por parte do Ministério da Educação, para que sejam construídas outras seis salas, no lado sul da escola”, acrescenta João Magueta. Esta segunda fase do projeto prevê-se que termine no ano letivo seguinte, 2018/2019, criando, assim, “as condições necessárias para receber o ensino secundário”.

Entretanto, foi requisitado um estudo prévio de ampliação, que já foi enviado pelo diretor do Agrupamento de Escolas da Nazaré para o ministro da Educação, Tiago Brandão.

Recorde-se que aquela informação foi avançada aos encarregados de educação, após um inquérito feito aos alunos, em que se questionava acerca do interesse em continuar a estudar naquela escola, na eventualidade de o estabelecimento de ensino vir a ter ensino secundário.

Sobre o facto de o Externato Dom Fuas Roupinho não ter financiamento do Governo para a abertura de turmas de 3.º ciclo, João Magueta salvaguarda que “há lugar para todos os alunos no Agrupamento de Escolas da Nazaré” e “ninguém tem de sair do concelho para fazer o 3.º ciclo, a não ser que o deseje fazer”. 

O responsável adianta ainda que a escola “tem neste momento 21 salas, tendo já funcionado anteriormente com um máximo de 30”, pelo que “não haverá qualquer problema na vinda de mais alunos, já que com mais ou menos espaço é possível albergar todos”.