Concurso público para o Zipline termina com empresa interessada em avançar com projeto

Há uma empresa interessada em avançar com o projeto “Zipline Nazaré”, que permitirá fazer uma descida de 700 metros, entre o Sítio e a praia da Nazaré, por cabo aéreo. O prazo do concurso público já terminou.

Na última reunião pública do executivo municipal, o presidente da Câmara da Nazaré confirmou a candidatura de uma empresa ao concurso público para a construção da tirolesa, em resposta à questão colocada pelo munícipe e porta-voz do Movimento Cívico Pela Defesa do Promontório da Nazaré, António Caria dos Santos. Segundo Walter Chicharro, a candidatura está em análise. 

Entretanto, o Movimento Cívico pela Defesa do Promontório da Nazaré promete não baixar os braços até que o projeto seja “definitivamente encerrado”. O movimento foi criado após a aprovação da abertura do concurso público pelo executivo municipal e exige a suspensão do projeto, prometendo “continuar a encetar todas as formas de luta mais adequadas a cada momento, sem abdicar de qualquer instrumento disponível num Estado de Direito. Em nome da Nazaré. Em nome da preservação da paisagem. Em nome da proteção da fauna e da flora. Em nome da nossa identidade cultural”. 

O grupo adianta, em comunicado, ter recebido, ao longo dos últimos meses, “o apoio expresso de largas centenas de pessoas que, através da página do Movimento (com cerca de 1000 seguidores) e da petição pública (mais de 700 assinaturas)”, reiteram “a oposição firme a esta insensata ideia da Câmara”. “Na eventualidade de esta candidatura ser legalmente admitida, o júri do concurso, composto por elementos da Câmara, poderá promover a aprovação da mesma”, alertam.