Feira do Livro da Biblioteca da Nazaré evoca obra de Saramago

A 44.ª edição da Feira do Livro da Nazaré, que vai evocar a obra de José Saramago, abre ao público esta sexta-feira, mas os trabalhos de instalação do certame já começaram há algum tempo. Afinal, é preciso acondicionar da melhor maneira no Centro Cultural da vila os cerca de 40.000 livros que estarão à disposição do público durante os 23 dias de um evento organizado pela coletividade popular Biblioteca da Nazaré.

Este ano, a Feira do Livro da vila, que abre oficialmente no dia 19 às 21:30 horas, conta com um aliado de peso: a Fundação José Saramago. Os 20 anos da atribuição do Nobel da Literatura levaram a organização a encetar contactos com a instituição e os reflexos foram imediatos. Assim, será instalada na Feira a exposição de ilustrações “A maior flor do mundo”, sobre a vida e obra de José Saramago. E Sérgio Letria, da Fundação com o nome do autor de “O Memorial do Convento”, marcará presença no evento, para uma conversa com os leitores.

De resto, as atividades paralelas da Feira continuam a ser um chamariz, estando previstas “conversas” com os autores Mário Galego (este sábado), Paulo Branco Lima (dia 26) e Alexandre Esgaio e Carmen Zita Ferreira (dia 27), sempre às 21:30 horas. 

O nazareno Jaime Rocha desloca-se à Feira no dia 25 para apresentar a nova obra “O Estendal e outros Contos”, que merecerá uma leitura encenada. A 2 de agosto será a vez de a nazarena Isabel Ricardo Amaral apresentar o último livro da saga “Os aventureiros”, enquanto no dia seguinte Senos da Fonseca falará sobre a obra “Os Últimos Terranovas Portugueses”, com a temática da pesca do bacalhau em cima da mesa. Por fim, no dia 9, o beneditense António M. Catarino apresenta a sua obra mais recente, intitulada “Saudade”.

A organização da Feira do Livro é uma das principais fontes de receita da Biblioteca da Nazaré, uma coletividade que está a comemorar 80 anos de serviço à comunidade e que possui o mais importante espólio documental do concelho. “É à Feira que vamos buscar a fatia de leão do nosso orçamento anual”, assume o presidente João Paulo Delgado, elogiando o “trabalho de muitos voluntários” na montagem, execução e desmontagem do evento. A 1.ª edição da Feira do Livro da Nazaré teve lugar em 1974, no Largo de Nossa Senhora da Nazaré, no Sítio, e passou por vários locais, até estabilizar, desde 1995, no Centro Cultural.