Gravíssimo! traz a Alcobaça nomes consagrados nos metais graves

Algo de muito grave se vai passar em Alcobaça entre 27 e 31 de agosto, com a realização de mais um Gravíssimo!.

Cerca de meia centena de alunos confirmaram já a presença em mais um Gravíssimo!, que entra na 8.ª edição. O Festival e Academia Internacional de Metais Graves de Alcobaça, organizado pela Academia de Música de Alcobaça, decorre entre segunda e sexta-feira, contando com 13 artistas convidados no grupo dos “professores”, dos quais 6 são estrangeiros.

David Taylor, Marshall Gilkes, Daniel Perantoni, Oren Marshal, Demondrae Thurman e Mike Forbes, grandes vultos dos metais graves, compõem o leque de “professores” estrangeiros que vão passar conhecimentos no único festival de metais graves que se realiza no nosso País e que já é uma referência em termos internacionais.

No lote de professores incluem-se compositores e pianistas que fazem questão de participar num evento de grande relevância ao nível da criação artística e composição musical e que este ano conseguiu aumentar o apoio de marcas de instrumentos musicais da área dos metais graves. 

O concerto de abertura do Gravíssimo! está agendado para a próxima segunda-feira, às 21 horas, no Claustro D. Afonso VI no Mosteiro de Alcobaça, que servirá para a apresentação do disco “Full Tilt”, dos Transatlantic Tuba Connection. No dia seguinte, no mesmo local, há um recital de solistas de eufónio e tubas e na quarta-feira repete-se o cenário para um recital de solistas de trombones tenores e baixos. Na quinta-feira é dia de recital de jovens talentos, novamente no Claustro D. Afonso VI, às 18:30 horas, que antecede o concerto duplo com Doopey Monkey e Oren Marshall, às 22 horas, na Adega dos Balseiros, no Museu do Vinho. O concerto de encerramento está marcado para as 22 horas de sexta-feira, na Ala Sul do Mosteiro de Alcobaça, com R’B & Mr. SC + Marshall Gilkes, sendo este o único espetáculo gratuito. Para os restantes concertos do Gravíssimo!, os bilhetes custam 5 euros, com exceção do recital de jovens talentos, que custa 3 euros.