Homem detido preventivamente por violência doméstica

O Tribunal Judicial de Leiria decretou, esta segunda-feira, prisão preventiva ao homem acusado do crime de violência doméstica e que tinha sido detido pela GNR de Alcobaça em flagrante delito.

Na sequência de uma denúncia, os militares da GNR apuraram que o suspeito, "ao longo da relação de 48 anos e com maior incidência nos últimos 14 anos", exercia violência psicológica sobre a sua esposa, de 71 anos e o filho de ambos, de 45 anos, "tendo-os agredido fisicamente e ameaçando-os de morte na presença dos militares".

O detido, de 73 anos, permaneceu nas instalações da GNR até ter sido presente no Tribunal Judicial de Leiria, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva, tendo sido encaminhado para o Estabelecimento Prisional de Leiria.