Museu do Vinho ambiciona alcançar estatuto nacional

O Museu do Vinho de Alcobaça pretende alcançar o estatuto de Museu Nacional do Vinho, justificando a ambição com o seu património cultural e vinícola.

O espaço museológico, coordenador da  Rede de Museus Portugueses do Vinho (RMPV) desde a sua constituição em 2016, estuda ainda a criação de uma “estrutura única de informação e de apoio especializado aos museus pertencentes à rede”, com vista a alcançar uma escala ibérica e internacional. As intenções foram reveladas no Colóquio Ibero-americano de Património Cultural do Vinho, realizado no Museu do Vinho de Alcobaça.

O evento debruçou-se sobre o tema “Enomemórias & Enoturismo: Os Territórios Culturais do Vinho. Paisagem, Museus, Comunidade” e reuniu em debate cerca de 40 participantes de Portugal, Espanha e Brasil.

Paulo Inácio, o presidente da Câmara de Alcobaça declarou que “o Museu do Vinho de Alcobaça tem percorrido um trajeto de evolução muito positivo que representa o grande potencial enoturístico do concelho de Alcobaça” e que é imperativo continuar a trabalhar no sentido de “reforçar a tradição vitivinícola de Alcobaça junto do turismo de massa da capital”.