YouTuber propõe criação de brinquedos n’O Livro das Engenhocas

Radu Caraus, mais conhecido por Tubalatudo pelos internautas, tem ensinado a construir brinquedos no Youtube, onde tem mais de 2,5 milhões de subscritores e 400 milhões de visualizações nos seus três canais. Agora, o jovem moldavo, de 24 anos, que reside em Alcobaça desde os 9, lançou “O Livro das Engenhocas”, no qual ensina a fazer, ao pormenor, dez projetos com materiais de fácil acesso.

O livro, que inclui uma pasta com templates para fazer brinquedos, origamis e muitas brincadeiras, propõe momentos em família, entre miúdos e graúdos, para dar forma ao “avião tradicional” (o primeiro avião que aprendeu a fazer), à “estrela ninja” (inspirada nas Tartarugas Ninja), ao “avião SA-20” (o único de 20 que voou na perfeição), à “casa” (pelo gosto por aldeias antigas), ao “escudo”, ao “capacete”, ao “machado”, à “Formula1” (evolução de um carrinho  que fez no início da jornada como YouTuber), ao “Braço Biónico” (versão melhorada de um braço que criou para o Youtube) e à “Escavadora” (o trabalho mais difícil de todos). “Nos dias de hoje, ser criança é fácil.

Os mais pequenos querem aquele brinquedo, os ‘maiores’ dão”, considera Radu Caraus. “É mais fácil comprar o que já está pronto a usar, sem estimular o melhor de ser criança, ou seja, a criatividade e a imaginação”, acrescenta o jovem, que foi “obrigado a inventar” porque os pais não lhe podiam comprar os brinquedos. Uma vez que “já poucos se aventuram a fazer os seus brinquedos e preferem uma realidade virtual”, o “engenhocas” pôs-se a inventar e criou um livro para “estimular a criatividade dos mais pequenos” (ainda que os adultos também sejam convidados a folhear o livro).

“O Livro das Engenhocas” serve para “experimentar, inventar, ‘criativar’ e, quem sabe, formar futuros engenheiros”, nota o Youtuber, lembrando que os mais bem-sucedidos faziam os seus brinquedos.

Radu Caraus nasceu na Moldávia, numa família de classe média alta que acabou por ficar pobre porque a União Soviética desmoronou-se. “Os meus pais não se podiam dar ao luxo de comprar brinquedos e, tal como as outras crianças, tive de fazer os meus”, recorda o jovem. A escada de madeira com três metros, que lhe permitiu apanhar peras maduras, à revelia dos avós paternos, foi das primeiras “engenhocas” que criou. “O mundo fantástico das engenhocas espera por ti. Aventura-te!” é o desafio lançado pelo Youtuber, que agora também tem um livro.