Portugal aqui vou eu

Felicidade?

Sabe quando consegue o que quer? Quando aprende a ser feliz sem isso.

Fomos e continuamos a ser ensinados desde tenra idade de que a felicidade, a alegria, o bem-estar, a realização e até a paz interior dependem de circunstâncias exteriores. Pior, fizeram-nos e continuam a fazer-nos acreditar, das mais variadas formas e feitios, que podemos ter o controlo sob essas mesmas circunstâncias e que se não conseguimos tê-lo não seremos bem-sucedidos, muito menos felizes.

A pergunta é: Será que isso é mesmo verdade? Será que para se sentir bem e sentir felicidade algo tem de acontecer exteriormente?

Será que o seu bem-estar é um estado interno ou depende que algo se manifeste no mundo externo?

Mas, será que para se sentir bem, alegre e feliz precisa realmente de colocar a sua vida na dependência de acontecimentos incertos e tirar o passaporte para viajar até ao futuro imaginário e passar a viver lá?

Não creio! Sabe porquê? Porque isso pode significar o mesmo que entregar a sua vida “em mãos alheias”, neste caso a um “futuro alheio” e quando menos esperar, ele vai ficando cada vez mais pequenino e a sua vida quase a esgotar-se.

Não pode ser feliz apenas quando sucede o que quer. Pode sentir-se alegre e feliz antes do futuro chegar ou qualquer coisa acontecer.

A sua vida é para ser vivida agora, não no futuro!

A felicidade, a alegria, o Amor, moram dentro de uma casa no seu coração. Não estão na rua, não estão em ninguém. Estão dentro de si.