Pão do André sai do forno para as prateleiras do El Corte Inglés

Já lá vai o tempo em que o pão do André era só dele. Hoje em dia, são várias as montras onde os produtos da padaria, de Charneca do Rio Seco, na freguesia de Turquel, estão presentes, entre as quais as do El Corte Inglés. O pão regional de Alcobaça, a broa de milho e as bolinhas de água de Alcobaça são os produtos mais conhecidos pelos consumidores. O forno a lenha é um dos segredos da qualidade. 

André Ezequiel começou a trabalhar como padeiro na padaria Lérias, em Turquel, e por lá se manteve durante sete anos. “Comecei a ganhar o gosto pelo que fazia”, conta o padeiro. O empreendedorismo e a vontade de abrir um negócio próprio surgiu de uma “brincadeira”, quando o padeiro começou a fazer “uns pães com chouriço para os trabalhadores que trabalhavam nas pedreiras”. Foi nessa altura que a ideia de confecionar o próprio pão começou a fazer sentido. Durante um ano visitou o País de norte a sul com o objetivo de “conhecer novos produtos e ter novas ideias”. Em 2007 cria a empresa em nome individual, apostando no produto regional de Alcobaça. Inicialmente foi a broa de milho que lhe deu inspiração e fama. A qualidade e a tradição sempre foram palavras-chaves para o sucesso do seu negócio.

Tanto que em 2012 o pão do André começa a ser distribuído para o El Corte Inglés. “Acreditaram em mim e percebendo que era o local ideal para representar a região e o meu produto foi o grande passo de desenvolvimento deste negócio”, frisa o empreendedor. A partir daí, a empresa passou a ter o dobro da produção e o grupo espanhol passou a ser diariamente um ponto de distribuição do Pão do André. O facto de o nome do produto estar associado a um nome próprio correu ainda melhor do que o empresário pensou: “as pessoas estavam habituadas a associar a padaria a um coletivo e penso que o efeito e o marketing do nome do André tornou o produto mais familiar, levando-o muito mais longe que do tinha idealizado”.

Por dia são confecionados cerca de 800 pães regionais e utilizados 700 quilos de farinha em todos os produtos, que são distribuídos entre o El Corte Inglés, os supermercados do Pingo Doce (Jerónimo Martins) e outros pontos de revenda em padarias, principalmente em zonas de praia, como São Martinho do Porto, Caldas da Rainha e Nazaré. A distribuição porta a porta e a venda direta na padaria são outros importantes canais de distribuição. 

O último investimento feito, e também aquele que André Ezequiel acredita ser o futuro, foi o projeto da congelação. “Já está a ser aplicado, mas vai ter ainda muito pano para mangas”, adianta o empresário, referindo-se à exportação. A congelação permite, obviamente, prolongar a data de validade do produto para meses, e abre um novo caminho para o Pão do André. 
Além do pão tradicional, também são confecionados na pequena padaria pão com chouriço, folares e bolo rei. Para o padeiro e empresário, o pão do André já se tornou num produto “gourmet” pela qualidade e exclusividade que lhe imprime. “Não há qualquer aditivo, o segredo é a água, a farinha e o fermento”, adianta André, que dá nome ao pão.
 

É padeiro, empregado de escritório, empresário, distribuidor e dá nome ao seu negócio. O Pão do André é já uma referência na panificação do concelho e, mais concretamente, da freguesia de Turquel. 

REGIÃO DE CISTER (RC) > O que significa ver exposto o seu produto no El Corte Inglés?
André Ezequiel (AE) > O El Corte Inglés é mais do que um local de venda do meu produto. É o local privilegiado para dar a conhecer o que faço e para partilhar o gosto pela panificação com os portugueses e com quem nos visita. Posso contar até que já tive vários convites de restaurantes de Lisboa para lá distribuir o meu pão, mas quero manter-me fiel a quem me deu a mão e me permitiu dar o maior passo da empresa. 

RC > Sente que realizou um sonho?
AE > Quando chego ao trabalho e meto as mãos na massa sinto-me realizado. Quando trabalho sinto uma alegria imensa. É o que eu chamo ser feliz sem motivo. E  ver o sorriso da equipa é também contagiante. Quando vou fazer degustações, de norte a sul do País, fico com uma grande satisfação quando vejo que as pessoas valorizam o produto e muitas vezes acabam por vir de propósito à Charneca do Rio Seco para comprar o meu pão. 

RC > Qual pensa ser o próximo passo do negócio? Já está a ser planeado?
AE > Tenho um projeto de turismo rural para que possa juntar e divulgar o melhor que se faz e temos em Alcobaça. Alcobaça e o concelho têm tanta coisa que precisamos de nos juntar para comunicar isto. A ideia é fazer um roteiro, para que as pessoas possam conhecer o processo de produção de pão.

BI

Designação: 
Padaria Pão do André
Fundação: 
2012
Número de Trabalhadores: 
7
Administração: 
André Ezequiel
Actividade: 
Panificação
Principais produtos: 
Pão regional, broa de milho, folares e bolo rei
Sede: 
Estrada Dona Maria Pia Charneca do Rio Seco 2460-818 Turquel
Telefone: 
963 490 679