Santos Silva consolida negócio de telecomunicações e energia

Começou por vender bolsas para telemóveis, depois telemóveis e acessórios para telemóveis. Duas décadas depois, a Santos Silva, empresa sediada na Benedita dedica o seu negócio à comercialização de contratos de telecomunicações em empresas e é uma referência num setor muito competitivo.

“Iniciámos a atividade com uma pequena unidade fabril de bolsas para telemóveis. Posteriormente, e porque estávamos nesse mercado, iniciámos a importação de acessórios para telemóveis e em 1998 abrimos uma loja no centro da Benedita e começámos a comercializar telemóveis e a fazer uma distribuição a nível nacional, quer de telemóveis, quer de acessórios, quer de bolsas”, recorda Anabela Silva, uma das administradoras da empresa, que é um dos agentes de referência da PT Empresas no País.

Com cerca de 15 mil clientes empresariais de norte a sul do País e nas ilhas, a empresa tem também apostado, desde 2006, na comercialização de contratos de energia no mercado liberalizado para empresas.  Ainda que os clientes empresariais sejam o grande core business da Santos Silva, a empresa está representada em cerca de 160 lojas de telemóveis do País, que compram os telemóveis e os acessórios de telemóveis da marca.

“Desde o início deste ano estamos também a trazer algumas marcas novas para Portugal, cujo lançamento decorreu em abril, na Náutica, em Lisboa”, adianta a empresária. São elas a Xtorm, “uma marca de power banks e carregadores solares para todo o tipo de equipamentos móveis“, a GoXtreme, uma marca de action cams muito utilizada por pessoas que fazem desportos ao ar livre e também uma marca nova de smartphones, a Zhem, resultado de uma parceria com um fabricante espanhol. “Estamosa começar com a divulgação da marca em Portugal e com a distribuição dos produtos”, adianta.

A Santos Silva tem reforçado a sua estratégia comercial com uma equipa composta por 18 colaboradores. “Na área comercial temos uma equipa de vendas diretas, empresariais na área da
energia e estamos permanentemente com recrutamento em curso para estas áreas comerciais”, refere Anabela Silva.

Os canais de distribuição são vários, mas a loja online tem ajudado a divulgar o nome da Santos Silva. “Por por ser um mercado exclusivamente online, que não obriga a grande investimento em pessoas, a nossa política de venda online é vender mais barato que o preço de venda ao público”, considera a gestora, confiante de que “os clientes vão chegando pela notoriedade que a empresa tem”. 

E se é verdade que o mundo das telecomunicações evolui diariamente, também é um facto que os clientes são cada vez mais exigentes. “O futuro deste negócio é sempre uma incógnita e sabemos que isto nunca mais tem fim. O que sabemos é que hoje nem as empresas, nem as pessoas, podem viver sem comunicar”. Confirma-se.

“Os consumidores são cada vez mais exigentes”

A empresa de telecomunicações e energia tem apostado no mercado empresarial de norte a sul do País. Uma das administradoras da Santos Silva avalia o negócio, que tem acompanhado
as exigências dos clientes.

REGIÃO DE CISTER (RC) > Como é que se vinga num negócio tão concorrencial?

ANABELA SILVA (AS) > É preciso estar muito atento às alterações de mercado. Os consumidores, com razão e com direito, são cada vez mais exigentes. Em Portugal o setor das telecomunicações é, de facto, um setor muito concorrencial. Como não vendemos nenhum produto nosso e representamos um operador de telecomunicações, para o bem e para o mal recolhemos as consequências dessa representação.

RC > O que pesa mais no negócio?

AS > O core principal do nosso negócio é, sem dúvida, o mercado empresarial e a contratação dos clientes empresariais. Na Benedita, com muito orgulho nosso, contamos com muitos clientes, quer empresas, quer particulares. Os clientes da Benedita são, de facto, clientes importantes na carteira de clientes empresariais da Santos Silva.

RC > Há projetos de futuro na gaveta?

AS > Na nossa área de negócio, associada à tecnologia, o futuro é sempre uma incógnita. Na tecnologia de equipamento mudou tudo, até há bem pouco tempo tínhamos ligações de internet nos nossos equipamentos miseráveis, hoje já navegamos todos em 4G. Também na área da energia, em que estamos a apostar cada vez mais, existe crescimento. Não temos um projeto muito específico, mas queremos continuar a crescer. Nesta área haverá sempre inovação e crescimento.

BI

Designação: 
Santos Silva
Fundação: 
1996
Número de Trabalhadores: 
18
Administração: 
Anabela Silva e Joaquim Silva
Actividade: 
Telecomunicações e energia
Facturação: 
Não divulgada
Principais serviços: 
Comercialização e distribuição de produtos de telecomunicações e energia e outdoor
Sede: 
Benedita
Telefone: 
262 921 630
15
Mil é o número de clientes empresariais da santos silva de norte a sul do país