Campanha em marcha para apoiar recuperação de beneditense

Dezenas de espaços comerciais da região dispõem de “latinhas solidárias”, que visam uma angariação de fundos para apoiar a família do beneditense André Agostinho nos custos relacionados com a sua recuperação, na sequência de um grave acidente de viação no IC2 em março de 2019. 

Praticante de BTT, o jovem atleta sofreu várias lesões a nível neurológico que o remeteram para um estado vegetativo/consciência mínima. Após longos meses de internamento hospitalar, o jovem encontra-se agora numa clínica de reabilitação com o propósito de continuar a recuperação. “O André está a realizar vários tratamentos que são bastante dispendiosos para o orçamento familiar visto que a mãe teve de abandonar o emprego para se dedicar a 100% à recuperação do filho”, revela ao REGIÃO DE CISTER Joaquim Silva, apoiante na dinamização da iniciativa criada por Nelson Né, amigo de André Agostinho, e pela turquelense Isabel Fernandes.

 Está também agendado para dia 9 de fevereiro um “Passeio BTT e Caminhada Solidária” com almoço de convívio na Associação Norte da Vila, cujo valor da inscrição “varia de acordo com boa vontade de cada participante”. “Os participantes devem enviar uma SMS a informar em que modalidade querem participar e no final do almoço, confecionado com os produtos oferecidos pela comunidade, cada um deixa o donativo que desejar numa caixa. Não há, portanto, um valor imposto, o intuito é apenas apoiar este jovem mediante as possibilidades de cada um”, acrescenta Joaquim Silva. O evento contará, ainda, com a presença de alguns familiares de André Agostinho, que querem aproveitar o momento para agradecer à comunidade a solidariedade. 

“A campanha termina no final do mês de fevereiro e, embora estejamos cientes de que não vamos angariar uma fortuna, será um importante contributo para os desafios que esta família enfrenta”, afirma. “As suas vidas foram viradas do avesso com este acidente e se pudermos ajudar ficamos muito satisfeitos”, nota. Além dos constrangimentos económicos, a família enfrenta agora o desafio de encontrar uma habitação que consiga responder às necessidades de André Agostinho antes de este regressar a casa.