Sábado, Julho 13, 2024
Sábado, Julho 13, 2024

Opinião

O Caminho da mudança

por vezes, pode parecer impossível mudar; mas isso acontece unicamente até “ser feito Teresa Radamanto Este mês apraz-me discutir a “capacidade de nos elevarmos enquanto pessoas”. Julho é mês de celebração. Celebro o nascimento, mas, principalmente, o renascimento da pessoa que hoje sou. Estou em “véspera” de uma década de mudança, e não podia estar mais orgulhosa desta caminhada. “A grande vitória não é a que traz o melhor prémio; é a que tem o melhor caminho, é a que veio...

Atropelamento

Quando saio da Académica, sou quase abalroado em cima da passadeira por um condutor do expresso (ainda lhe fiz um sinal com a mão, ele sorriu e acenou) penso: será este o meu destino na terra em que escolhi viver? Talvez porque, dois dias depois, após colocar o lixo na reciclagem, um jipe quase me leva à frente, sempre na passadeira, depois do motorista da RNE, quase me arrancar o nariz na pressa do almoço no CC Gafa, e...

Quero viver num mundo livre

Nas ditaduras, já se sabe, os cidadãos perdem grande parte das suas liberdades. Mas em democracia, confesso que nunca me tinha ocorrido a ideia de...

Sónia Tavares, entre um croquete e Rossini

O rigor não é um valor em si mesmo, do mesmo modo que o “compreendermos sempre tudo” também o não é. Gaspar Vaz Rossini pode ser sempre...

Menopausa

A negligência na nossa vida reprodutiva, que já agora, só é valorizada quando podemos ter filhos, é uma realidade! As mulheres deixam de menstruar e...

À “nossa” imagem

Cada vez que saio de casa para pôr o lixo, passo por baixo de um cartaz do messiânico Chega. É apropriado. Afinal, ele irá mudar e...

Uma história de Tiagos e de milagres

Encontramo-nos nos casamentos, nos batizados e, infelizmente, nos funerais. Fora isso, só ocasionalmente nos reunimos, à exceção dos encontros na Quinta da Murteira, que sempre...

A banalização do mal no Parlamento Português

Muito se tem dito e escrito sobre as declarações de André Ventura acerca da suposta preguiça de um povo e a (não) reação de Aguiar-Branco....

Mãe atípica

A dor e o deleite de ser mãe de filhos atípicos é algo nada fácil de explicar. Maio é o mês das mães. A maré...

Os círculos onde nos movemos

Para ler o parágrafo inteiro precisamos de ter acesso ao livro, isto é, ao tempo da pessoa e só então a podemos considerar do nosso...

Quem tem medo do 25 de Abril? Alcobaça tem

O Lúmen é um espetáculo magnifico, com um contexto próprio a uma cidade que reclama o amor imortal de Pedro e Inês, apesar de sabermos que nada disto se passou aqui e que a Alcobaça foi somente consagrado o descanso eterno dos amantes. É uma performance que envolve a comunidade local e só podemos dar graças à SA Marionetas...

Cartoon 02-05-2024

A incrível vida (depois da morte) de D. Inês de Castro e a sua pomba Pimba

Como vivi o 25 de abril de 1974

Lembro-me, quase como se fosse hoje. Depois de uma madrugada não esperada, houve um dia que parecia igual a todos os outros, embora não o fosse. Estava a trabalhar, no escritório de uma empresa de Vizela, sob a orientação do Sr. Artur Martins (Saudades, chefe bom!). Não tinha grande consciência política. Na verdade, um seminário diocesano não é propriamente...

Cartoon 24-04-2024

A incrível vida (depois da morte) de D. Inês de Castro e a sua pomba Pimba

Cartoon 18-04-2024

A incrível vida (depois da morte) de D. Inês de Castro e a sua pomba Pimba

O que é a liberdade para si?

Vejo muita gente a viver “presa” no que acredita ser uma vida livre. Já se perguntou o que é ser livre, verdadeiramente? Já pensou que o acredita ser liberdade pode ser, na verdade, uma grande ilusão? Alguns podem pensar que liberdade é não ter um relacionamento sério; outros podem pensar que liberdade passa por fazer tudo o que dá...

E se fôssemos um País de Poetas?

este mesmo ano em que celebramos os 500 anos do nascimento do nosso poeta maior, Camões, pergunto-me como seria o meu país, se o meu país se lembrasse dele e dos seus heróis. Susana Santos Um país onde as ruas, as praças e as avenidas têm nomes de poetas. Se fôssemos gente que, mesmo analfabeta, de desafia à desgarrada e que,...

Mercado de Alcobaça

São muitas as pessoas que me interpelam na rua para me parabenizar pelos artigos que aqui escrevo, “sem papas na língua”, neste jornal, mas acho que sou eu que aproveito o ensejo para agradecer a oportunidade de o fazer e, sobretudo, de pensar Alcobaça. Nem sempre é fácil dizer bem. Não o faço por mal mas apenas porque, por...
AD Footer
Região de Cister - Seja Assinante!

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!