Quinta-feira, Fevereiro 29, 2024
Quinta-feira, Fevereiro 29, 2024

Economia: Prémios e investimentos marcam 2015 na região

Data:

Partilhar artigo:

Se existissem os Óscares dos empresários com mais prémios arrecadados ao longo de um ano, a probabilidade de serem dos concelhos de Alcobaça ou da Nazaré era grande. O ano de 2015 pautou-se pelo reconhecimento do mérito e trabalho de homens e mulheres deste setor. Senão vejamos.

Se existissem os Óscares dos empresários com mais prémios arrecadados ao longo de um ano, a probabilidade de serem dos concelhos de Alcobaça ou da Nazaré era grande. O ano de 2015 pautou-se pelo reconhecimento do mérito e trabalho de homens e mulheres deste setor. Senão vejamos.

Nos primeiros meses do ano, o licor de ginja M.S.R. de Alcobaça, produzido pela David Pinto & Companhia, conquistou a medalha de ouro, na categoria licor de ginja, no 4.º Concurso Nacional de Licores Conventuais e Tradicionais Portugueses. 

Região de Cister - Assine Já!

Meses depois, o folar de Maçã de Alcobaça do Atelier do Doce foi distinguido com uma menção honrosa no II Concurso da Associação do Comércio e Indústria de Panificação, Pastelaria e Similares (ACIP) – “O Melhor Folar e Pão de Ló de Portugal“. Mas este foi um ano de ouro para a empresa administrada por Catarina Saraiva e Rui Marques, voltando a conquistar uma medalha de prata com o bolo rainha no Concurso Nacional de Bolo Rei Tradicional Português e arrebatou o título de Melhor Bolo Rainha no concurso “O Melhor Bolo-Rei de Portugal”. Nesse mesmo concurso, a Pastelaria Alcôa, que anunciou a abertura de um espaço no Chiado, em Lisboa e gerida  por Paula Alves, foi premiada com o Melhor Bolo-Rei de Portugal.

Os prémios também sorriram ao setor vitivinícola da região. O tinto Montes Colheita Selecionada 2012 da Adega Cooperativa de Alcobaça (1) foi qualificado, em prova cega, com o galardão Tambuladeira de Prata, no 2.º Concurso de Vinhos do Crédito Agrícola. Também a Quinta dos Capuchos, que investiu numa nova adega e espaço de venda ao público este ano, voltou a ser galardoada com três medalhas no Concours Mondial de Bruxelles: o Monte Capucho tinto 2010 ganhou uma medalha de ouro, o Monte Capucho branco 2014 arrecadou uma medalha de prata, bem como o Grande Escolha Memória 2011. 

A Taverna do 8 ó 80, localizada na Nazaré, arrecadou o 1.º prémio na categoria de Melhor Carta de Vinho a Copo, no âmbito do Concurso Nacional de Cartas de Vinho 2015, que decorreu no Centro de Congressos de Lisboa. Também o Estremadura Café e o Restaurante António Padeiro, de Alcobaça, conquistaram uma menção honrosa nas categorias de Melhor Carta de Bebidas Destiladas e Melhor Relação Qualidade/Preço, respetivamente.

Motivos de orgulho também para a Detrigo, da Benedita, que conquistou dois prémios internacionais, atribuídos pelo International Taste & Quality Institute (iTQi), em Bruxelas. Um pela broa de milho amarelo, que conquistou uma estrela, e outro pelo pastel de nata, que foi premiado com duas estrelas.

Não esquecendo a Costa & Carvalho, que recebeu o Prémio Construir 2015, atribuído pela revista especializada na indústria da construção Construir, na categoria de construção e sustentabilidade, também Samuel Delgado (2), presidente do Conselho de Administração da Solancis, foi condecorado pelo Presidente da República com o grau de comendador da Ordem do Mérito Empresarial, Classe do Mérito Industrial. 

José Coelho Faustino e Marco Faustino, da Balbino & Faustino, integraram a lista de empresários da geração gold e geração empreendedora, respetivamente, dos Prémios Mobis 2015. Este ano também ficou marcado pelos avultados investimentos anunciados. Nos próximos dois anos, a Futurete, empresa sediada em Turquel e gerida por Marco Galinha, administrador do Grupo Bel, deverá investir 2,5 milhões de euros para adquirir equipamento de última geração, desenvolver novos produtos e aumentar a produção.

A Vários Sabores, empresa sediada na Benedita, prevê investir 500 mil euros na criação de uma segunda unidade na Zona Industrial de Caldas da Rainha.

Por outro lado, a Somema, empresa sediada na Marinha Grande, está a concluir a construção de uma nova unidade na Martingança para produzir moldes grandes, criando 20 a 25 postos de trabalho, num investimento de 6 milhões de euros. 

A Arfai, localizada em Aljubarrota, que assinalou este ano 20 anos de atividade, anunciou investimentos na ordem dos 350 mil euros, para requalificar a estrutura produtiva e consolidar o reforço da imagem e marca. 

De destacar ainda que a EDP Distribuição (3) investiu cerca de 3,6 milhões de euros na construção de uma subestação em Alcobaça. A infraestrutura, que visa reforçar a viabilidade do serviço no concelho, foi inaugurada em setembro.

A IMTEC, situada na Zona Industrial do Casal da Areia, onde agora tem duas unidades produtivas, aplicou nos primeiros meses deste ano meio milhão de euros em novas máquinas. Até ao final de 2016 deverão ser feitos investimentos na ordem dos 3 milhões de euros em maquinaria pesada. 

No Norte do concelho, a Moldegama aplicou 2,5 milhões de euros em maquinaria, certificações e formação profissional. 

O setor do turismo também viveu dias felizes este ano. Abriram no concelho de Alcobaça um hotel de quatro estrelas (Vale D’Azenha Hotel & Residences, um hostel (Rossio) e uma casa de turismo rural (Casa da Serra). Em São Martinho do Porto, o Palace do Capitão, que esteve fechado durante dois anos, reabriu após algumas remodelações. 

Também se conheceram novidades sobre o projeto do hotel de luxo no Mosteiro. A Visabeira foi o único candidato a passar à fase seguinte do concurso público, contratando o arquiteto Souto de Moura para idealizar o projeto.

Na área da economia, o ano que está prestes a terminar deu, portanto, boas notícias aos empresários, que continuam a investir na região de Cister. 

AD Footer

Artigos Relacionados

“El Corte Inglés” de Turquel é um (Agro)êxito da freguesia

Quem entra no estabelecimento comercial Agro-Êxito, na Rua das Eiras, certamente não sai insatisfeito. Porque mesmo que não...

Suinicultura e pedra assumem importância na economia local

A economia de Turquel é caracterizada por setores de diversas áreas de atividade e pela resiliência dos seus...

Sociedade Filarmónica dá música há 110 anos

Há instituições que merecem ser evidenciadas não só pela qualidade, mas também pela longevidade. É o caso da...

União Desportiva de Turquel cada vez mais forte e com sucesso na forja

Fundada a 30 de junho de 1982, a União Desportiva de Turquel (UDT) vive um período próspero. As...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!