Terça-feira, Junho 18, 2024
Terça-feira, Junho 18, 2024

Pelos caminhos de Portugal

Crise, Guerra e Revolução

Crise, Guerra e Revolução é a tríade da história contemporânea. Se havia uma ligação na história entre preços agrícolas e crises, a partir de 1870 ela desaparece. As crises modernas não são de escassez, pragas ou maus anos agrícolas. São crises cíclicas de superacumulação de capital. Na crise não faltam colheitas, há produção de capital a mais. A “queima de capital” é a resposta à crise: parar de produzir, desempregar ou produzir mais, com menos trabalho, cortando salários, cortando...

Devastar o Pinhal é Verde?

O mundo em que vivemos tornou-se destrutivo. Raquel Varela Querem arrasar com parte do Pinhal na zona de Leiria, junto a Fanhais, para colocar painéis solares e eólicas para as indústrias da Marinha Grande. O mundo em que vivemos tornou-se destrutivo. Ecológico devia ser trabalharmos 4 a 5 horas por dia, ter cidades pequenas ligadas por transportes públicos, subsidiar a agricultura biológica; investir na cultura, na vida ao ar livre garantindo bem-estar a todos e qualidade de vida e de saúde....

Sabia que?

A greve dos funcionários judiciais não só exige salários e carreiras. Condenam a ausência de acesso à justiça. Raquel Varela Quando uma pessoa é alvo de um...

Sindicatos

Nem a história é um contínuo nem as organizações são estruturas estanques Raquel Varela Ao longo de 200 anos os sindicatos tiveram um papel desigual. Foram fundamentais...

O Sindicalismo ou é democrático ou perecerá

Os professores em Portugal mobilizaram-se numa greve com uma manifestação que foi uma surpresa Raquel Varela Numa das maiores greves de sempre na educação nos EUA os...

Estado de Alarme

Uma foto tirada nos anos 80 do século XX numa vila às portas da Lisboa - até há poucos anos capital do último, e decadente,...

“Vós sois muitos – eles são poucos”

Em Manchester, perto do antigo campo de St Peters, ergue-se hoje um monumento anódino, que o transeunte jamais reconhecerá: uma esfera no chão, em forma...

Apesar Deles

Não sabemos como teria sido o mundo sem a II Guerra Mundial mas podemos perguntar-nos se a revolução espanhola dos anos 30, a francesa da...

O “Milagre” Europeu

O mundo viveu entre 1970 e 1980 uma mudança substancial nas relações de produção com o fim do pacto social na Europa. Antes da queda...

Às Armas, para quem? E para quê?

Ouvi com atenção o apelo às armas, na celebração do dia que o país depôs as armas, 25 de Abril, de Marcelo Rebelo de Sousa,...

A Guerra dos Números

As empresas de armamento viram os seus lucros disparar na bolsa (sem) valores. A britânica BAE Systems chegou a valorizar 15,8%; a alemã Rheinmetall disparou, cito o verbo original nas notícias (vejam que verbo!) 24,8%. Ambas, contam os jornais “negociaram em máximos históricos” – faz-se história na guerra.  A Lockeeed Martin, nos EUA, que fabrica os jatos F-35, já ia...

Estado de Exceção Permanente

A extrema-direita é uma ameaça à civilização. Pressupõe que os problemas da sociedade se resolvem com recurso à violência, à segregação, à repressão. Mas não é exclusivo da extrema-direita a ideia de usar a força bruta contra os cidadãos. Assistimos nos últimos anos, e a “luta contra o terrorismo” e a gestão da pandemia são dois saltos em frente,...

A Enfermagem e o Carinho

Temos em geral horror a hospitais, lá estamos doentes, frágeis e dependentes. Será por isso? Talvez não. Há uns anos fui operada num hospital, uma operação dolorosa, ortopédica, foi a única vez que me recordo de ter gostado, e muito, de estar num hospital. Atribuí ao facto de serem freiras e o meu quarto ter vista para o mar....

Isto é Saúde Pública

Nos últimos dois anos reforçou-se a ideia de que ciência são as chamadas ciências duras, e dentro delas a matemática, sobretudo a matemática computacional. Ao lado do “confiem nos especialistas!” (uma pseudociência) está uma tendência de fundo e longa duração, a perda da centralidade das ciências humanas e sociais, a renúncia à literatura como espaço de criação e invenção...

Um País por construir

Em 2020, 52% dos que trabalhavam em Portugal (mais de 2 milhões e 100 mil) traziam para casa menos de 900 euros líquidos. Só 1,9% ganhavam mais de 2500 euros por mês. Portugal tem 47% de pobres antes das transferências sociais. Ou seja, quase metade da população depende de formas assistencialistas para sobreviver! Um milhão de pensionistas recebe menos de...

A Democracia, o Normal e os “Homens de Bem”

Karl Marx defendeu que a tendência do capitalismo era a supressão da democracia. Por várias razões, nenhuma delas devido à “maldade” ou “ganância” dos seus actores, proprietários de fábricas, bancos, meios de transporte e comunicação. Era irrelevante se um capitalista era um “homem de bem”, porque a questão não podia ser olhad ao nível do indivíduo. Marx via o capitalismo...

De onde vimos?

A República Portuguesa decapitou a sua tropa operária acusando-a de “agitação social e greves”, os artesãos da carbonária, os operários de Alcântara, para finalmente parte das suas frações se reorganizarem em torno do Estado Novo e, aí sim, criarem uma coisa e o seu contrário — os monopólios e o proletariado, que saiu das Beiras para a Lisnave, da...

O Vírus da Fronteira

Há duas semanas estávamos a apanhar o avião para Madrid quando, no check in, gerou-se uma algazarra. Todos os que não tinham teste PCR – incluindo portugueses e residentes em Portugal – estavam impedidos de embarcar para Lisboa, onde residem. Trata-se de viagens em trabalho, essenciais e com comprovativos do empregador. Não podem. A DGS/Governo assim o decidiram. O...
AD Footer
Região de Cister - Seja Assinante!

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!