Quinta-feira, Julho 7, 2022
Quinta-feira, Julho 7, 2022

Raquel Varela

O “Milagre” Europeu

O mundo viveu entre 1970 e 1980 uma mudança substancial nas relações de produção com o fim do pacto social na Europa. Antes da queda do muro de Berlim e da URSS, 1989-91, uma restruturação produtiva levada a cabo teve como eixo introduzir o fim do pleno emprego, para assim regular o preço da força de trabalho. Esta política,...

Às Armas, para quem? E para quê?

Ouvi com atenção o apelo às armas, na celebração do dia que o país depôs as armas, 25 de Abril, de Marcelo Rebelo de Sousa, pedindo um aumento do orçamento militar, no quadro da NATO, para 2%, sustentando que a falta de dinheiro noutras áreas não nos deve impedir de investir em defesa. Isto numa situação em que as...

A Guerra dos Números

As empresas de armamento viram os seus lucros disparar na bolsa (sem) valores. A britânica BAE Systems chegou a valorizar 15,8%; a alemã Rheinmetall disparou, cito o verbo original nas notícias (vejam que verbo!) 24,8%. Ambas, contam os jornais “negociaram em máximos históricos” – faz-se história na guerra.  A Lockeeed Martin, nos EUA, que fabrica os jatos F-35, já ia...

Estado de Exceção Permanente

A extrema-direita é uma ameaça à civilização. Pressupõe que os problemas da sociedade se resolvem com recurso à violência, à segregação, à repressão. Mas não é exclusivo da extrema-direita a ideia de usar a força bruta contra os cidadãos. Assistimos nos últimos anos, e a “luta contra o terrorismo” e a gestão da pandemia são dois saltos em frente,...

A Enfermagem e o Carinho

Temos em geral horror a hospitais, lá estamos doentes, frágeis e dependentes. Será por isso? Talvez não. Há uns anos fui operada num hospital, uma operação dolorosa, ortopédica, foi a única vez que me recordo de ter gostado, e muito, de estar num hospital. Atribuí ao facto de serem freiras e o meu quarto ter vista para o mar....

Isto é Saúde Pública

Nos últimos dois anos reforçou-se a ideia de que ciência são as chamadas ciências duras, e dentro delas a matemática, sobretudo a matemática computacional. Ao lado do “confiem nos especialistas!” (uma pseudociência) está uma tendência de fundo e longa duração, a perda da centralidade das ciências humanas e sociais, a renúncia à literatura como espaço de criação e invenção...

Um País por construir

Em 2020, 52% dos que trabalhavam em Portugal (mais de 2 milhões e 100 mil) traziam para casa menos de 900 euros líquidos. Só 1,9% ganhavam mais de 2500 euros por mês. Portugal tem 47% de pobres antes das transferências sociais. Ou seja, quase metade da população depende de formas assistencialistas para sobreviver! Um milhão de pensionistas recebe menos de...

A Democracia, o Normal e os “Homens de Bem”

Karl Marx defendeu que a tendência do capitalismo era a supressão da democracia. Por várias razões, nenhuma delas devido à “maldade” ou “ganância” dos seus actores, proprietários de fábricas, bancos, meios de transporte e comunicação. Era irrelevante se um capitalista era um “homem de bem”, porque a questão não podia ser olhad ao nível do indivíduo. Marx via o capitalismo...
AD Footer
spot_img

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!