Alcobaça está mais pobre: faleceu Jero

Alcobaça ficou mais pobre na noite desta terça-feira com a morte de José Eduardo de Oliveira, mais conhecido por Jero. O alcobacense faleceu aos 80 anos no Hospital de Alcobaça, vítima de covid-19.

Durante os últimos sete anos, Jero assinava semanalmente a rúbrica "Arco da Memória" no REGIÃO DE CISTER, em que recordava os momentos e personalidades mais importantes da história da "sua" Alcobaça. A título voluntário, era grande repórter no semanário dos concelhos de Alcobaça, Nazaré e Porto de Mós.

O "alcobacense profissional", como se autointitulava, trabalhou várias décadas como diretor comercial da SPAL e desempenhou, entre outros, os cargos de presidente da Associação dos Bombeiros de Alcobaça e integrou os órgãos sociais do CEERIA. Colaborador de vários jornais regionais, foi ainda diretor adjunto do quinzenário "O Alcoa".

Publicou diversos livros e participava ativamente em iniciativas de cariz social, cultural e recreativo.

O REGIÃO DE CISTER, que está de luto pela morte do amigo e colega, apresenta os mais sentidos pêsames à sua família e amigos.