Voluntários contribuem para limpeza de ruas das freguesias

Após sair do Tribunal de Alcobaça, onde é segurança, Paulo Carvalho junta-se ao filho Martim para recolher o lixo das ruas em várias freguesias do concelho de Alcobaça. Pai e filho dedicam duas a quatro horas diárias a apanhar o lixo dos outros, fotografando os momentos para publicar posteriormente no grupo que criaram no Facebook a que deram o nome “Não Lixos”.

“Quase diariamente estabelecemos um lugar onde exista ecopontos em redor e limpamos tudo em volta dos mesmos”, assevera o turquelense ao REGIÃO DE CISTER, explicando que com esta iniciativa já percorreram dezenas de quilómetros. “Muitos destes quilómetros já são feitos com sacos cheios que foram sendo recolhidos e reciclados entre Alcobaça, Évora de Alcobaça, Turquel, Benedita, e entre Chiqueda e Carrascal”, revela Paulo Carvalho.

“A ideia surgiu da minha forma estar na vida, dou-me mal com os lixos depositados nas ruas”, conta o voluntário, explicando que já era habitual apanhar lixo da rua. “Decidi agora dar este ‘grito’ porque estamos em constante silêncio a observar a destruição da natureza”, revela.

Nas “rondas noturnas” encontram-se “imensas beatas de cigarros, guardanapos, preservativos, maços de tabaco vazios, latas, garrafas, trapos velhos, calçado velho, ferros, muitos sacos de plástico, um pouco de tudo... até arames e cordas”, enumera o também árbitro que apita na 1.ª Divisão nacional de hóquei em patins.

A iniciativa tornou-se um sucesso através da divulgação feita por pai e filho no facebook e não tardaram a chegar “reforços” para se juntarem à equipa de limpeza das ruas. “Já três pessoas se ofereceram para acompanhar o grupo, mas como o projeto começou há pouco tempo ainda só conseguiram ajudar na reciclagem do lixo que vamos recolhendo há várias semanas”, sublinha Paulo Carvalho, acrescentando que é “possível que o grupo receba mais voluntários nos próximos dias”.

A ideia já ganhou contornos de maior relevância e já chegou à Câmara de Alcobaça, que elogiou a iniciativa. “Embora tenham conhecimento do que andamos a fazer nas ruas do concelho, lamento que as autarquias nunca tenham perguntado se precisávamos de sacos ou até mesmo de uns pares de luvas”, desabafa o turquelense. Mas, entretanto, Paulo Carvalho revela que depois de ter solicitado à Câmara de Alcobaça a retirada de dois pneus que estavam junto à Esdica a autarquia fez rapidamente a recolha. Também em Turquel pediu uma carrinha para transportar os sacos para o local onde está a ser feita a reciclagem, tendo a Junta de Turquel disponibilizado de imediato o veículo, assim como o levantamento de pneus que se encontravam nos pinhais junto ao cemitério da freguesia.

Após a recolha do lixo, o grupo “Não Lixos” encarrega-se de proceder à reciclagem do mesmo. “No próximo sábado vamos continuar a nossa recolha em Turquel e na Benedita, mas queremos também começar a fazê-lo no norte do concelho”, finaliza o turquelense, que quer “ajudar a melhorar o ambiente e a tornar as ruas do concelho mais limpas”. Não será de admirar que se juntem mais pessoas à causa, mas o que o grupo desejava mesmo era não ter de recolher lixo.