Quinta-feira, Fevereiro 9, 2023
Quinta-feira, Fevereiro 9, 2023

Infraestruturas de Portugal adjudica obra da Linha do Oeste até Torres Vedras

Data:

Partilhar artigo:

A empreitada de requalificação do troço da Linha do Oeste, entre Meleças e Torres Vedras foi adjudicada pela Infraestruturas de Portugal (IP). O contrato foi agora remetido para o Tribunal de Contas e aguarda luz verde para a obra avançar.

A empreitada de requalificação do troço da Linha do Oeste, entre Meleças e Torres Vedras foi adjudicada pela Infraestruturas de Portugal (IP). O contrato foi agora remetido para o Tribunal de Contas e aguarda luz verde para a obra avançar.

Segundo a IP, a obra avaliada em cerca de 61,5 milhões de euros prevê a criação de dois desvios ativos, com uma extensão total de 16 quilómetros, que visa possibilitar o cruzamento de comboios sem necessidade de paragem, a eletrificação integral do troço e trabalhos de beneficiação em cinco estações e seis apeadeiros com a criação de acessos para pessoas com mobilidade condicionada às plataformas de passageiros.

Região de Cister - Assine já!

A obra foi adjudicada ao Agrupamento Construções Gabriel A. S. Couto, S.A. / M. Couto Alves, S.A./ Aldesa Construcciones, S.A. que vai executar o projeto de forma faseada, dividido em duas empreitadas: a primeira entre Meleças e Torres Vedras e a segunda entre Torres Vedras e Caldas da Rainha. Concluída a fase de adjudicação, o contrato foi remetido para o Tribunal de Contas para obtenção do Visto Prévio, seguindo-se a consignação da empreitada e o início dos trabalhos no terreno.

A Infraestruturas de Portugal estuda direcionar um investimento total de 155 milhões de euros, comparticipado pelos Fundos da União Europeia no âmbito do COMPETE 2020, para a modernização da Linha do Oeste e garantir, deste modo, o aumento da capacidade, da segurança e da fiabilidade do serviço, melhorando a eficiência e competitividade daquele sistema ferroviário.

 

AD Footer

Artigos Relacionados

Três em um

#1 JANTAR DE AMIGOS Atualmente um jantar de amigos é algo que me põe nervoso. Há tanta coisa em questão...

José Inácio é o rosto do café que é “capital da imperial”

Corria o ano de 1968 quando José Inácio decidiu investir num estabelecimento no Silval. O nome dado ao...

Coleção de cerâmica projeta voz de Sónia Tavares

Uma peça de cerâmica pode ter várias formas, tamanhos e cores. E se lhe dissermos que também pode...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!