Quarta-feira, Julho 24, 2024
Quarta-feira, Julho 24, 2024

Filme de beneditense premiado em festival da República Checa

Data:

Partilhar artigo:

“Fantasmas: Caminho longo para casa”, do beneditense Tiago Siopa, teve a sua estreia internacional no 24.º Festival Internacional de Cinema Documental Ji.hlava, que decorreu na República Checa. O filme foi o vencedor da secção First Lights, dedicada a primeiras longas-metragens.

“Fantasmas: Caminho longo para casa”, do beneditense Tiago Siopa, teve a sua estreia internacional no 24.º Festival Internacional de Cinema Documental Ji.hlava, que decorreu na República Checa. O filme foi o vencedor da secção First Lights, dedicada a primeiras longas-metragens.

A longa-metragem de 116 minutos foi filmada na Benedita e narra a história de um neto e o fantasma da avó falecida, a Avó Maria, que após um feitiço “conversam como dantes”. Nesta fábula familiar, o realizador Tiago Siopa leva o espectador ao encontro da sua família: mãe, pai, irmão e em particular as suas avós, uma delas personificação da sabedoria ancestral da magia e feitiços populares, que consegue colocar Tiago em contacto com o fantasma da sua outra avó, já falecida”.

Região de Cister - Assine Já!

“Quando comecei a trabalhar neste filme o meu avô tinha acabado de falecer e fui percebendo como tudo é efémero”, conta Tiago Siopa, numa entrevista à RTP. “Além disso, queria fazer uma espécie de despedida da minha terra e das memórias da minha infância”, acrescenta o cineasta, explicando que construiu o fantasma da Avó Maria “através da fala”. A história é contada pela exploração visual abstrata, onde a “voz” e o “diálogo” são predominantes. É possível encontrar no filme uma “escavação fílmica pela infinitude das possibilidades da memória” e uma “indagação sobre os limites da perceção”, através de um “cruzamento entre as almas do presente e do passado”.

O júri do festival internacional de cinema documental decidiu atribuir o prémio ao filme do beneditense “pelo magnífico estilo cinematográfico” e por “contar histórias espiritualmente enriquecedoras”.

“Um épico em pequena escala a sugerir todo um mundo mitológico. Um frágil ensaio sobre uma memória, sobre raízes humanas, e sobre um momento em que a presença está explicitamente relacionada com o futuro e o passado. O filme como um verso livre. Puro cinema”, lê-se na declaração do júri. 

“Fantasmas: Caminho Longo para Casa” foi apresentado, em estreia mundial, há um ano, no Grande Auditório da Culturgest – Fundação CGD, no âmbito do Doclisboa, onde concorreu na categoria de competição portuguesa. O filme já tinha sido distinguido em 2018, com o prémio RTP na categoria de “Melhor Projeto em Fase de Pós-Produção”, no programa Arché do DocLisboa, “que equivaleu à aquisição por parte da RTP dos seus direitos de exibição”.

 

AD Footer

Artigos Relacionados

Município da Nazaré vence projeto nacional “O mar começa aqui”

O Município da Nazaré venceu o 1.º lugar nacional no projeto educativo "O mar começa aqui", promovido pela...

Hóquei: Turquelense José Filipe sagra-se campeão da Europa de sub-17

José Filipe (HC Turquel) sagrou-se, há instantes, campeão da Europa de sub-17 depois de Portugal golear a Espanha...

Teresa Coelho avança com candidatura à Federação Distrital de Leiria do PS

A nazarena Teresa Coelho é candidata a presidente da Federação Distrital de Leiria do Partido Socialista (PS) nas...

HC Turquel guarda o “9” por cinco anos em homenagem ao capitão

As chaves estão entregues e a camisola número 9 não será utilizada por nenhum jogador do HC Turquel...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!