Dois sumos da Frubaça conquistam ouro e Tarte de Maçã ganha prata

A Frubaça, cooperativa sediada no Acipreste, viu três dos seus produtos serem premiados no passado mês no âmbito de dois concursos nacionais, promovidos pelo CNEMA e pela Qualifica/oriGIn Portugal.

O “Sumo de Gengibre, Ananás e Manjericão” e o “Sumo de Limão e Hortelã”, produzidos pela Copa (Frubaça), conquistaram a medalha de ouro no 4.º Concurso Nacional de Sumos de Fruta Tradicionais Portugueses, que se realizou no passado mês de outubro.

O “Sumo de Gengibre, Ananás e Manjericão”, que conquistou uma medalha de ouro, foi apresentado como “sumo de cor verde, com pequenos pedaços de manjericão”. “O seu aroma é de frutado, o seu sabor é refrescante devido ao manjericão, um pouco picante devido ao gengibre e com a doçura do ananás”. Já o “Sumo de Limão e Hortelã”, que arrecadou a outra medalha de ouro do concurso, tem “cor amarela com pequenos pedaços de hortelã e o seu aroma é fresco devido à hortelã, o seu sabor é suave, doce e refrescante”.

Ainda no passado mês, no âmbito do 1.º Concurso Nacional de Inovação com Tradição, a Tarte de Maçã da Frubaça, da Frubaça e criada pelo chef beneditense Ricardo Raimundo, foi premiada com uma medalha de prata.

“A tarte de maçã tem uma massa fina e crocante no exterior. O seu interior tem uma textura suave e delicada sentindo-se toda a frescura da maçã de Alcobaça”, lê-se na descrição apresentada pela organização do concurso.