Época balnear na Nazaré termina sem mortes por afogamento

A época de balnear deste ano encerrou na passada terça-feira sem registos de acidentes mortais por afogamento nas praias marítimas vigiadas do concelho. 

“Este verão tivemos um total de seis ocorrências mais difíceis e continuamos sem registar mortes, o que é um sinal muito positivo do trabalho que tem sido desenvolvido”, salientou ao REGIÃO DE CISTER o presidente da Associação de Nadadores Salvadores da Nazaré. 

Ainda assim, Daniel Meco revelou que houve um aumento do número de ocorrências de socorros em primeiras feridas, como picadas de peixe-aranha ou abelhas, justificado com a pandemia da Covid-19. “Devido ao distanciamento social houve várias pessoas que se deslocaram para as zonas mais perto das rochas, que são locais mais propícios à ocorrência destas situações”, nota o responsável, defendendo ainda que o reduzido número de ocorrências se deve ao trabalho de prevenção realizado pela equipa de nadadores-salvadores.

“Regularmente consciencializaram os banhistas para que não estarem em zonas mais perigosas para ir a banhos e que tenham cuidados quando se deslocam ao mar”, assevera Daniel Meco, acrescentando que “os banhistas cumpriram as normas” e que o “mar calmo também ajudou”.

Durante esta época balnear, estiveram ativos oito postos de vigia: seis na praia da Nazaré, um na praia do Salgado e outro na praia do Norte, num total de 24 nadadores salvadores ao qual se juntaram seis elementos que integram o projeto SeaWatch. Em relação ao ano anterior houve um reforço de quatro nadadores salvadores.

A praia da Nazaré é, de resto, vigiada durante todo o ano no âmbito de um protocolo assinado em 2017 entre a Câmara da Nazaré e a Associação de Nadadores-Salvadores. “Este é um reforço importante, pois muitas pessoas continuam a deslocar-se à praia mesmo após o fim da época balnear”, sublinha o presidente da associação, acrescentando que durante o ano “haverá uma patrulha a vigiar a praia da vila para possíveis ocorrências”.

Apesar de o protocolo estar restrito à praia da vila, a Associação de Nadadores Salvadores da Nazaré presta apoio nos eventos de ondas gigantes que se realizam no inverno na praia do Norte.

Há ainda a lamentar o registo de vandalismo em vários postos de vigia de nadadores salvadores e também em algumas barracas, provocando prejuízos de valor assinalável.