Festival Bango angaria dinheiro para bolsas de estudo

O Festival Bango da Benedita voltou a conjugar a animação com a solidariedade social. O evento, que já existe desde 2004, conseguiu angariar, de acordo com Paulo Costa, responsável pela organização do festival, “cerca de 5 bolsas de estudo, aproximadamente as mesmas do ano passado”.

Este ano, a organização do festival aliou os talentos musicais locais com nomes do panorama nacional. Vicente de Palma, Anaquim e ainda os mexicanos Little Jesus trouxeram centenas de pessoas ao espaço do Bango. No festival atuaram, ainda, os beneditenses Carpe Diem, Soulcave e Bom Dia. Subiram, também, ao palco as bandas da região Salmoura (Caldas da Rainha), Leolex (Alcobaça) e RidingRhino (Coz).

Paulo Costa refere que o Bango foi um “evento musical muito interessante” porque tem “muitos estilos e géneros diferentes”. O membro da organização do festival assinala esta edição do evento como “muito positiva” e destaca que este ano o festival teve das maiores adesões de sempre. “A sexta feira não foi tão forte” devido ao forte vento que se sentiu no final da noite”, afirma Paulo Costa. Ainda assim, o sábado foi o dia muito concorrido e o responsável pelo festival aponta que foi o dia “em que se vendeu mais jantares no serviço de restauraçao, com quase o dobro dos inscritos”. Uma das novidades da edição deste ano foi o regresso do palco secundário dedicado à dança. 

A organização do Bango ainda não contabilizou os lucros do evento mas, para além das cinco bolsas de estudo para estudantes da Benedita, ainda se vai distribuir dinheiro “pelas associações que contribuíram para a realização do festival, como os escuteiros, a Sorriso Amigo e a Benedita Solidária”, salienta Paulo Costa.

No sábado, o Festival Bango contou com mais uma edição da Color Bango, que contou com várias dezenas de participantes na avenida Padre Inácio.