Turismo do Centro apresentou plano estratégico de promoção

A Entidade Regional do Turismo do Centro de Portugal apresentou este sábado, no Dia Mundial do Turismo, o projeto “Lugares Património Mundial do Centro”, no Mosteiro da Batalha.

A iniciativa constitui-se como um projeto de turismo cultural inovador e atrativo, que utiliza como instrumentos fundamentais a programação cultural, a mediação e a comunicação ao serviço da qualificação da experiência turística e da competitividade da economia regional, tendo como missão a valorização e promoção de forma integrada e sustentável dos quatro elementos patrimoniais da Região Centro classificados como Património Mundial da Unesco: O Mosteiro de Alcobaça, O Mosteiro da Batalha, o Convento de Cristo, em Tomar, e a Universidade de Coimbra, Alta e Sofia.

“Procurámos construir um projeto que pudesse no tempo e no espaço verdadeiramente ancorar uma nova abordagem e uma nova perspectiva do turismo na Região Centro”, referiu Pedro Machado, presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal, durante a apresentação deste novo projeto. “Entendemos que, nos próximos anos, uma ação chave orientada para esta nova dinâmica teria que passar por esta agilização”, acrescentou.

“O Centro de Portugal vive hoje, à semelhança do País, um momento que consideramos muito positivo”, salientou ainda Pedro Machado, explicando que este ano se registaram, entre os meses de janeiro e julho, mais de 100 mil dormidas na Região Centro, em relação ao mesmo período do ano passado.

As comemorações do Dia Mundial do Turismo no Centro de Portugal tiveram início esta sexta-feira, em Coimbra, com a apresentação de uma nova aplicação informática.