Hotel do Mosteiro pode ficar concluído antes de 2019

O projeto do hotel de luxo no Mosteiro de Alcobaça, desenhado por Souto Moura, pode mesmo ficar pronto antes do tempo previsto, garante Paulo Inácio, presidente da Câmara de Alcobaça.

De acordo com o chefe do executivo, a Visabeira, empresa que venceu o concurso público para a construção da unidade hoteleira, tem “um ano para apresentar o projeto final e três anos para concluir as obras”. No entanto, em diálogo com a empresa sediada em Viseu, o autarca avança que estão reunidas todas as condições para os prazos serem antecipados.

O projeto, cujo estudo prévio deve ser entregue até ao final desta semana à Direção Geral do Património, contempla 80 quartos, spa e um espaço comercial. O empreendimento implica um investimento que ronda os 15 milhões de euros, suportados na totalidade pela empresa vencedora do concurso, que fica ainda obrigada a “pagar uma renda mensal ao Estado”, explica Paulo Inácio.

O ministro da Cultura mostrou-se muito agradado com o projeto. “Estou satisfeito e orgulhoso” revelou o ministro durante a cerimónia de apresentação dos primeiros esboços do futuro hotel do Mosteiro. João Soares sublinha o facto de se “conjugar a iniciativa privada com sensibilidade cultural e patrimonial com o esforço da autarquia” em dinamizar o monumento.