Quarta-feira, Junho 29, 2022
Quarta-feira, Junho 29, 2022

Cidadãos pedem regresso da Feira do Gado da Benedita

Data:

Partilhar artigo:

De forma pacífica e até com uma dose de boa disposição, um grupo de cidadãos reuniu-se na passada sexta-feira, pelo quarto mês consecutivo, no terreno adquirido pelo município de Alcobaça, para reclamar o regresso da Feira do Gado da Benedita. Várias dezenas de pessoas passaram pelo local durante a manhã, num encontro que serviu para reunir comerciantes, produtores mas também curiosos, vindos não só da freguesia e da região, mas também de outros pontos do País. 

De forma pacífica e até com uma dose de boa disposição, um grupo de cidadãos reuniu-se na passada sexta-feira, pelo quarto mês consecutivo, no terreno adquirido pelo município de Alcobaça, para reclamar o regresso da Feira do Gado da Benedita. Várias dezenas de pessoas passaram pelo local durante a manhã, num encontro que serviu para reunir comerciantes, produtores mas também curiosos, vindos não só da freguesia e da região, mas também de outros pontos do País. 

O certame está suspenso desde 2009, momento em que, devido ao início das obras de construção do Centro Escolar da Benedita, foi deslocalizado para um terreno adquirido pelo município de Alcobaça junto ao IC2, na zona da Arrochata. 

Para Sancho Silva, um dos “Amigos da Feira do Gado da Benedita”, a importância da construção do Centro Escolar nunca esteve em causa mas “existe já um terreno adquirido, alvará e todas as condições legais” para que a Feira do Gado seja retomada”. “Não percebemos por que razão a feira continua parada”, lamenta Sancho Silva que, juntamente com um grupo de amigos e conhecidos, se desloca desde o final de 2013 até ao recinto da feira.

Não existem grandes dúvidas entre os promotores desta iniciativa e comerciantes sobre a importância que o regresso do comércio de animais poderia ter na economia local. Na passada sexta-feira, alguns dos produtores levaram alguns animais para o recinto onde os mantiveram ao longo da manhã, num gesto simbólico. 

Mas o movimento gerado em torno do grupo dos “Amigos da Feira do Gado” está a criar maior adesão. Segundo Victor Domingues, comerciante leiriense, ao longo dos últimos meses o número de pessoas que procura o certame está aumentar de forma clara. “Há um ambiente diferente entre os feirantes e compradores” identificando mesmo curiosos e comerciantes vindos de localidades como Salvaterra de Magos, Leiria, Pombal, Lourosa ou Moita do Ribatejo”, que passaram ao longo da manhã pelo recinto, uma afluência que já não se registava há vários meses. Para já, é apenas com as histórias sobre a feira centenária e o encontro de velhos conhecidos que se cumpre a tradição do dia 6 na Benedita. 

O REGIÃO DE CISTER procurou obter uma declaração de Paulo Inácio, presidente da Câmara de Alcobaça, sobre o assunto, mas tal não foi possível até à data de fecho de edição.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

A leste, algo de novo: o despertar dos impérios

Gostaria de estar mais otimista. Porém, os últimos desenvolvimentos à volta da  Guerra na Ucrânia não me permitem...

Hóquei em patins: Biblioteca conquista torneio de encerramento em Tomar

A equipa de sub-15 da Biblioteca conquistou o torneio de encerramento depois de vencer o Sp. Marinhense (10-4),...

Casal de americanos escolheu Alcobaça para ajudar emigrantes

”Portugal the Place” é o nome da empresa de consultoria gerida por um casal de americanos em... Alcobaça. Colleen...

Concurso Mundial de Bruxelas distingue quatro vinhos de Alcobaça

Os vinhos Montecapucho Arinto 2017, da Quinta dos Capuchos, e Mula Velha Rose 2021, da Parras Wines, foram...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!