Quinta-feira, Fevereiro 9, 2023
Quinta-feira, Fevereiro 9, 2023

Requalificação da orla costeira concluída até ao final do ano

Data:

Partilhar artigo:

O executivo de Alcobaça apresentou, na passada quarta-feira, as obras de requalificação da orla costeira, que deverão ficar concluídas até ao final do ano. No total, as obras custaram cerca de 1,1 milhões de euros, financiados na totalidade pelo governo central.

O executivo municipal apresentou, na passada quarta-feira, as obras de requalificação da orla costeira do concelho de Alcobaça, que deverão ficar concluídas até ao final do ano. No total, as obras custaram cerca de 1,1 milhões de euros, financiados na totalidade pelo governo central.

No âmbito do Programa Operacional Temático de Valorização do Território, a Câmara de Alcobaça candidatou-se a estes fundos para requalificar os locais afetados pelos temporais do final de 2013 e início de 2014. 

Região de Cister - Assine já!

Os locais intervencionados são Paredes da Vitória, Pedra do Ouro, Água de Madeiros e São Martinho do Porto. A maior fatia do orçamento vai para o combate à erosão e ao avanço do mar em Paredes da Vitória, cuja marginal recebeu um novo passadiço e um paredão composto por várias pedras de calcário para travar a força das marés. De acordo com Paulo Inácio, presidente da Câmara de Alcobaça, o acesso e a segurança na praia estão “salvaguardados”, o que pode contribuir para afirmar a zona “no panorama turístico da região”.

Nas localidades de Pedra do Ouro e Água de Madeiros, as intervençoes prendem-se com a consolidação das arribas, prevenindo as sucessivas derrocadas.

Em São Martinho do Porto, o projeto da Câmara pretendeu resolver “um problema crónico de segurança que se prolongava há décadas” ao construir um muro de betão para consolidar o Morro de Santo António.

AD Footer

Artigos Relacionados

Três em um

#1 JANTAR DE AMIGOS Atualmente um jantar de amigos é algo que me põe nervoso. Há tanta coisa em questão...

José Inácio é o rosto do café que é “capital da imperial”

Corria o ano de 1968 quando José Inácio decidiu investir num estabelecimento no Silval. O nome dado ao...

Coleção de cerâmica projeta voz de Sónia Tavares

Uma peça de cerâmica pode ter várias formas, tamanhos e cores. E se lhe dissermos que também pode...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!