Sexta-feira, Fevereiro 23, 2024
Sexta-feira, Fevereiro 23, 2024

Associação de Farmingville angaria verba para Soraia

Data:

Partilhar artigo:

A Associação Regional Alcobacense de Farmingville, sediada em Long Island, Nova Iorque, efetuou uma transferência de 7.335 euros para a conta solidária a favor de Soraia, a menina residente na Burinhosa que sofre de encefalopatia hipóxico isquêmica, hipotiroidismo e hipocortizolismo centrais. 

A Associação Regional Alcobacense de Farmingville, sediada em Long Island, Nova Iorque, efetuou uma transferência de 7.335 euros para a conta solidária a favor de Soraia, a menina residente na Burinhosa que sofre de encefalopatia hipóxico isquêmica, hipotiroidismo e hipocortizolismo centrais. 

O valor corresponde a uma parte da verba angariada no decorrer de um jantar solidário, que teve lugar em outubro, numa organização da associação, que integra vários emigrantes naturais da União das Freguesias de Pataias e Martingança (UFPM). Segundo informação recolhida por Ricardo Vieira, tio da Soraia, o evento permitiu a angariação de cerca de 15 mil euros. A verba em falta será entregue pessoalmente, no início do ano, por elementos da associação à família da menina.

Região de Cister - Assine Já!

Acompanhada pelo Instituto Luso-Cubano de Neurologia do Porto desde o início do ano, Soraia passou a contar com o apoio de duas terapeutas na escola e na residência – ao nível sensorial, ocupacional, da fala e musicoterapia, desde setembro. As terapeutas dispendem de duas horas por dia com a menina da Burinhosa, reduzindo desta forma as deslocações à cliníca do Porto e os custos inerentes aos tratamentos. Na opinião de Ricardo Vieira, Soraia apresenta bastantes melhoras. “Já agarra e leva a colher com a comida à boca, já ri várias vezes durante o dia, já chega perto de nós e pega na nossa mão para passearmos com ela. Ela adora passear de carro e ouvir música”. A menina também “já abre as portas à primeira, mastiga e come muito bem, já vê – apesar de ainda ter baixa visão – e, de vez em quando, parece que quer falar, mas nao consegue”, resume o tio da Soraia.

Já foram realizados vários eventos por familiares e amigos com o objetivo de angariar fundos para fazer face às despesas inerentes aos tratamentos. “Para já estamos a fazer uma pausa na realização de eventos, pois sentimos que a comunidade precisa de uma pausa, dado que tem sido muito generosa com esta causa”, refere Ricardo Vieira.

AD Footer

Artigos Relacionados

Concelhos de Alcobaça e Nazaré contabilizam 93 idosos sinalizados

Os concelhos de Alcobaça e da Nazaré, que integram a área de abrangência da Secção de Prevenção Criminal...

Missão dos militares resulta em laços de amizade

A regularidade com que os militares se deslocam a casa dos idosos motivam, regularmente, a criação de verdadeiras...

Guarda(m)os idosos e ainda ajudam a combater a solidão

A Ti Lurdes, natural da freguesia da Turquel, perdeu o marido há várias décadas, quando residia em França,...

Joaquim Guerra: Uma vida de causas

Joaquim Guerra é um nome que permanece incontornável em Turquel. Nascido a 23 de novembro de 1911, naquela...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!