Quarta-feira, Fevereiro 1, 2023
Quarta-feira, Fevereiro 1, 2023

Guardião do Benfica abre lar de idosos na aldeia do futsal

Data:

Partilhar artigo:

Habituado a defender a baliza do Benfica em futsal, Cristiano Marques abraçou agora a missão de defender uma população mais vulnerável na aldeia onde vive com a família desde há vários anos. O jovem internacional abriu, com a mãe, um lar de idosos, no passado mês, na Burinhosa.

Habituado a defender a baliza do Benfica em futsal, Cristiano Marques abraçou agora a missão de defender uma população mais vulnerável na aldeia onde vive com a família desde há vários anos. O jovem internacional abriu, com a mãe, um lar de idosos, no passado mês, na Burinhosa.

“Sentimos necessidade de fazer algo pela aldeia onde vivemos e mostrar que a Burinhosa não é só futsal”, adianta Maria de Castro, educadora social, que diz ter realizado um sonho conjunto com o filho. “Os idosos estão cada vez mais isolados e a necessidade de ter uma casa condigna para os receber era cada vez maior”, acrescenta.

Região de Cister - Assine Já!

Com capacidade para acolher 20 idosos, o Lar da Burinhosa abriu portas no passado dia 15 de junho e já conta com quatro residentes de Pataias e da Burinhosa. “Queremos que os idosos se sintam, literalmente, em casa. Esta é uma estrutura totalmente diferente do que se vê habitualmente, tanto que o material de construção privilegiado foi a madeira”, sublinha Maria de Castro.

O filho é chamado à conversa, interrompendo o jogo de dominó com o “senhor Zé”, na sala de estar, para explicar as razões que levaram um jogador profissional de futsal, de 19 anos, a abrir um lar de idosos. “Gosto de ajudar, partilhar e ouvir experiências. Tento dar o melhor para eles se distraírem e se sentirem bem. O pouco tempo que tenho disponível estou com eles e aprendo sempre muito“, acentua o jovem, que tem sido abordado e parabenizado pelos colegas da equipa de futsal do CCRD Burinhosa, no qual se destacou, permitindo-lhe dar o salto para o Benfica e chegar às seleções nacionais. “Até já me dizem que vão falar com os familiares para virem para cá“, conta.

O lar tem dez quartos (dois triplos, dois individuais e seis duplos), uma cozinha, uma sala de estar e uma sala de jantar. O espaço conta ainda com um gabinete médico, preparado para serviço de fisioterapia e análises clínicas, e o apoio de dois enfermeiros e um médico. “A saúde dos utentes é uma das nossas principais preocupações“, frisa Maria de Castro.

O Lar da Burinhosa, que já garante trabalho a oito pessoas, serve também de segunda casa da família, não fosse ter habitação própria ali mesmo ao lado. “Em vez de investir em carros ou em bens supérfluos, investimos no nosso sonho, que demorou três anos a ganhar forma”, conta a empresária, com um sorriso direcionado ao filho, que, por sua vez, lança a promessa ao “senhor Zé” de retomar o jogo de dominó depois da “sessão” fotográfica do REGIÃO DE CISTER.

AD Footer

Artigos Relacionados

Andar com o escritório numa mão

Fábio Filipe tinha duas opções: passar das funções de club manager para área manager de um clube de...

‘Dragão’ Stephen Eustáquio marca e conquista Taça da Liga de futebol

Stephen Eustáquio teve papel bastante importante ao apontar o primeiro golo na vitória que deu ao FC Porto...

Oonify abre espaço dedicado à formação na Nazaré

A Oonify abriu, recentemente, na Nazaré, um novo espaço de formação, a que chamou de "Oonify Space". O novo...

Sons Com(n)Sentidos ouvem-se agora nos cavaquinhos e percussão da Cercilei

Em cima do palco, os homens apresentam-se de suspensórios, as mulheres levam uma bandolete na cabeça. Todos vestem...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!