Quinta-feira, Maio 23, 2024
Quinta-feira, Maio 23, 2024

Misericórdia de Alcobaça investe em obras no Lar Residencial

Data:

Partilhar artigo:

Os utentes do Lar Residencial de Évora de Alcobaça comemoraram, na passada semana, o terceiro ano da gestão do serviço a cargo da Misericórdia de Alcobaça, que apostou nos últimos anos na reabilitação do espaço interior e exterior e que continua a reunir meios para que a conservação do edifício não fique comprometida.

Os utentes do Lar Residencial de Évora de Alcobaça comemoraram, na passada semana, o terceiro ano da gestão do serviço a cargo da Misericórdia de Alcobaça, que apostou nos últimos anos na reabilitação do espaço interior e exterior e que continua a reunir meios para que a conservação do edifício não fique comprometida.

As instalações, inauguradas nos anos 1940, foram alvo de uma “profunda requalificação como nunca tinha tido” impulsionada pela mão da Santa Casa da Misericórdia de Alcobaça, com o apoio de diversas instituições. “Encontrámos o lar em condições muito degradadas e, desde então, temos recuperado a ambiência e a qualidade de vida da comunidade sénior, que por aqui passa tanto tempo”, conta o provedor João Carreira.

Região de Cister - Assine já!

“As tintas foram oferecidas pela Câmara de Alcobaça, a requalificação do jardim ficou ao cargo dos utentes do Ceeria e, da parte da Segurança Social, houve um imprescindível apoio financeiro”, conta o responsável.

De momento a lotação “está esgotada e há muitas inscrições em espera”, adianta João Carreira. Traduzindo em números, “contam-se 68 utentes no Lar Residencial de Évora e o mesmo número no Lar de Alcobaça”, somando à “centena de pessoas que passam diariamente na cantina social”, não esquecendo a “assistência domiciliária, em regime normal e alargado, que cobre 60 famílias”. No total, são 150 funcionárias de serviço, juntando ainda 12 técnicas responsáveis por 250 famílias dos concelhos de Alcobaça, Nazaré e Porto de Mós, que incluem, sensivelmente, 800 pessoas.

Apesar dos esforços para adequar o local a todos os utentes, o provedor esclarece que “tendo em conta que a gestão é feita em regime de comodato, não será possível fazer grandes alterações para o futuro”.

O presidente da Junta de Évora de Alcobaça valorizou a gestão que tem sido levada a cabo pela Santa Casa da Misericórdia. “Não há nenhuma dúvida de que as instalações melhoraram bastante, tal como o espaço exterior e a qualidade de vida dos utentes”, relata Joaquim Pego, valorizando os projetos desenvolvidos, tendo em conta que “têm trabalhado bastante e que são extremamente empenhados neste serviço, que é obviamente muito bom para os utentes e, por conseguinte, para a freguesia”.

AD Footer

Artigos Relacionados

Passeio de motas do CPAJ reuniu mais de duas centenas de participantes

O 2.º passeio solidário de motas e motorizadas antigas, organizado pelo Centro Paroquial de Assistência do Juncal (CPAJ)...

Futsal: CCRD Burinhosa faz história e vai lutar pelo título nacional de sub-19

A equipa de sub-19 do CCRD Burinhosa venceu o Benfica, por 5-4, no jogo da 'negra' das meias-finais,...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!