Quinta-feira, Julho 7, 2022
Quinta-feira, Julho 7, 2022

Eborense lidera projeto ambiental que percorrerá País

Data:

Partilhar artigo:

A ideia surgiu em Paris, durante o período em que lá viveu. Regressado a Portugal e depois de observar os comportamentos dos portugueses, Luís Costa decidiu que era imperativo avançar com o projeto que, embora não possa mudar o mundo, é um passo nessa direção. Durante dois meses, o jovem de Évora de alcobaça e a equipa do projeto ambiental, “É p’ra amanhã”, percorrerão o País de norte a sul em busca das melhores ideias para um futuro sustentável. O resultado desta aventura será partilhado através de uma série documental. 

A ideia surgiu em Paris, durante o período em que lá viveu. Regressado a Portugal e depois de observar os comportamentos dos portugueses, Luís Costa decidiu que era imperativo avançar com o projeto que, embora não possa mudar o mundo, é um passo nessa direção. Durante dois meses, o jovem de Évora de Alcobaça e a equipa do projeto ambiental, “É p’ra amanhã”, percorrerão o País de norte a sul em busca das melhores ideias para um futuro sustentável. O resultado desta aventura será partilhado através de uma série documental.

O jovem licenciado em Engenharia Biomédica foi inspirado pelo documentário francês “Demain” (“Amanhã”, em português), no qual Cyril Dion e Mélanie Laurent partilham com o público o seu modo de viver mais sustentável. O consultor em avaliação de impacto social não conseguiu “esquecer” as ações das duas ativistas francesas e decidiu começar a recrutar elementos para repetir a “receita” em Portugal. Pedro Serra, realizador, foi o primeiro membro a embarcar na aventura. À equipa juntaram-se, posteriormente, Francesco Rocca, verónica Silva, Edgar Rodrigues e teresa Carvalheira.

“O nosso grande objetivo é inspirar as pessoas a tornarem-se parte da solução através de pequenas mudanças (ou grandes para os mais corajosos) na forma como consumimos recursos no nosso dia-a-dia”, explicou Luís Costa ao REGIÃO DE CiStER. De acordo com o eborense, esta não é a história de apenas seis jovens, mas sim “a história dos muitos e muitos portugueses que já estão a implementar soluções mais sustentáveis nas suas vidas”. Mas, ainda assim, para o jovem de 29 anos, em Portugal “ainda não existe uma consciência coletiva da necessidade de alterar os padrões de consumo”.

O projeto “É p’ra amanhã” foi parcialmente financiado por uma campanha de crowdfunding, que superou as expetativas da equipa, uma vez que os donativos quase duplicaram o objetivo inicial (3.500 euros). “No final de um mês e meio de campanha conseguimos 6.825 euros, nem queríamos acreditar! Sentimos que as pessoas querem muito que este projeto aconteça”, nota o jovem. Com financiamento assegurado, o passo seguinte foi iniciar uma campanha de crowdsourcing para enriquecer a base de dados de projetos sustentáveis. “Também está a superar todas as expectativas. Neste momento temos mais de 500 projetos e iniciativas mapeadas em Portugal”, assegura o coordenador do projeto, feliz com a resposta dos portugueses. 

O feedback positivo da comunidade “coloca uma certa pressão” sobre a equipa. O cansaço poderá ser o maior desafio a enfrentar nos meses de viagem e filmagens, mas os jovens afirmam querer “estar à altura do voto de confiança depositada pelas centenas de pessoas”.“Há realmente muita gente a criar alternativas, e por isso ficamos muito contentes pela oportunidade de lhes dar mais visibilidade, são eles que nos inspiram”, declara Luís Costa, que em abril iniciará a maior aventura da sua vida. Ainda não é certo, mas Alcobaça poderá constar do roteiro. 

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Central-periférica abre portas em Alcobaça a artistas em situação de risco

Um dos edifícios do centro histórico de Alcobaça está a dar “teto” a artistas internacionais. É ali, mais...

Dois detidos por tentativa de furto a residência em Famalicão

O Comando Territorial de Leiria, através do Posto Territorial da Valado dos Frades, deteve esta terça-feira dois homens...

Futebol: Ginásio fica pelas meias-finais no Inatel

O Ginásio caiu nas meias-finais do taça nacional da Fundação Inatel. Os azuis soçobraram na deslocação ao reduto...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!