Segunda-feira, Maio 27, 2024
Segunda-feira, Maio 27, 2024

Orquestra do Bárrio comemora duas décadas com concerto

Data:

Partilhar artigo:

A Orquestra Ligeira e Juvenil do Bárrio comemora duas décadas em maio. Contudo, as comemorações começam já este sábado com um concerto, no Cine-teatro João d’Oliva Monteiro, que promete ser “um marco para a Orquestra”. 

A Orquestra Ligeira e Juvenil do Bárrio comemora duas décadas em maio. Contudo, as comemorações começam já este sábado com um concerto, no Cine-teatro João d’Oliva Monteiro, que promete ser “um marco para a Orquestra”.

Maestro da Orquestra Ligeira e Juvenil do Bárrio “desde os seus primeiros acordes”, Ricardo Santos confessa que a sua grande paixão sempre foi a música, sendo essa uma das grandes razões que o levou a aceitar o desafio de dirigir o grupo. O convite para liderar os músicos da orquestra partiu do ex-presidente da Junta do Bárrio, Orlando Pereira, que, em 1996, “ambicionava criar uma atividade cultural numa freguesia muito rural”. “Ele queria criar uma escola de música e futuramente uma orquestra de jovens. Aceitei o convite com o maior prazer”, recorda o barriense, que iniciou os estudos musicais na banda da Sociedade Filarmónica Maiorguense, e que fez parte da Banda de Alcobaça, Orquestra  Metropolitana de Lisboa e Orquestra Sinfónica do Porto. Em 1999, a orquestra do Bárrio subia a palco pela primeira vez e apresentava-se num concerto em casa.

Região de Cister - Assine já!

Duas décadas depois, Ricardo Santos afirma estar satisfeito com o percurso da formação. “Temos conseguido manter um corpo musical e um reportório consistente. Não somos profissionais, mas temos qualidade e estabilidade”, revela o músico ao REGIÃO DE CISTER. A Orquestra Ligeira e Juvenil do Bárrio conta com cerca de 35 músicos, entre os 9 e 25 anos de idade, que ensaiam semanalmente aos sábados, ao longo de três ou quatro horas. “Os jovens de hoje têm outros interesses e atividades, mas os que fazem parte da orquestra são dedicados e têm um verdadeiro gosto pela música”, assegura o maestro, de 44 anos.

Do espetáculo agendado para o próximo sábado, o público pode esperar “o melhor de um percurso de duas décadas”. Desde os temas mais recentes, assim como “os que fazem parte da história da orquestra”. O concerto contará com a presença em palco de ex-músicos que, de acordo com Ricardo Santos, “são figuras importantes da história da Orquestra e assumirão o papel de anfitriões do evento”.

Francisco Peças e o jovem fadista João Louro serão os artistas convidados, prometendo “trazer diversidade” ao espetáculo. O concerto decorrerá ao longo de uma hora e meia e os bilhetes podem ser adquiridos na bilheteira do Cine-teatro.

A atuação será mais uma etapa no percurso do grupo. “Falo pelo Bárrio e por todas as bandas centenárias quando digo que espero que haja continuidade e apoio da comunidade local e dos órgãos políticos”, nota o maestro. “Espero ter a oportunidade de celebrar mais 20 anos nesta organização”, conclui.

AD Footer

Artigos Relacionados

Alcobaça tem quatro farmácias que apoiam famílias em situação de carência

Quatro farmácias do concelho de Alcobaça integram o Programa abem: Rede Solidária do Medicamento, da Associação Dignitude, que...

Tradições ribeirinhas recriadas para dar mais vida à Cela Velha

A vida na Cela Velha não é propriamente um corrupio, mas, uma vez por ano, e há 36...

Praias de Água de Madeiros, Légua, Pedra do Ouro e Salgado mantêm selo Zero Poluição

A Zero – Associação Sistema Terrestre Sustentável divulgou, na passada semana, a lista de praias classificadas como Zero...

Mercearia das Paredes muda de mãos e abre todo o ano

Mesmo em frente ao mar, em Paredes da Vitória, reabriu, no início deste mês, a Mercearia das Paredes,...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!